Fandom

Scratchpad

Estatuto

215,990pages on
this wiki
Add New Page
Discuss this page0 Share

Ad blocker interference detected!


Wikia is a free-to-use site that makes money from advertising. We have a modified experience for viewers using ad blockers

Wikia is not accessible if you’ve made further modifications. Remove the custom ad blocker rule(s) and the page will load as expected.

Do Nome, Sede, Fins e Duração

CAPÍTULO I


Art.1º – O Diretório Estudantil Merlim, abreviadamente D.E.M., é uma instituição sem fins lucrativos constituída pelos alunos regularmente matriculados e freqüentes da Universidade de Noskort, com duração ilimitada e regida pelas normas deste Estatuto.


Art.2º – O D.E.M. tem por finalidade melhorar a qualidade da educação dos alunos da referida universidade sem qualquer distinção de linhagem sangüínea, etnia, credo político ou religioso, orientação sexual ou quaisquer outras formas de discriminação, estimulando o interesse dos alunos em relação aos problemas da Universidade supracitada, contribuindo para formar bruxos conscientes, engajados e participativos de valores condizentes com as regras pré-estabelicidas pela Confederação dos Bruxos.
  • § Único – Em suas finalidades, o D.E.M. conta com ações na área social, cultural, esportiva, educacional e política, obtendo a realização de eventos, cursos, debates, palestras, campeonatos, concursos e quaisquer outras atividades ligadas a suas finalidades.

Do Patrimônio, sua Constituição e Utilização

CAPÍTULO II


Art. 3º – O patrimônio do D.E.M. será constituído por contribuições dos seus membros e terceiros; de rendimentos de bens que possua ou venha a possuir e de rendimentos de promoções da Entidade, tais quais as intalações para reuniões do mesmo.


Art. 4º – A Diretoria será responsável pelos bens patrimoniais do D.E.M..


  • § 1º – Ao assumir a Diretoria do D.E.M., os Presidentes deverão assinar um recibo para o Conselho Fiscal, discriminando todos os bens da organização.
  • § 2º – Ao final de cada mandato, o conselho fiscal conferirá os bens e providenciará outro recibo, a ser assinado pela nova Diretoria.
  • § 3º – Em caso de ser constatada alguma irregularidade na gestão dos bens, o Conselho Fiscal fará um relatório e entregará ao Conselho de Representantes de organizações e aos membros da Diretoria na Assembléia Geral, para que possam ser tomadas as providências cabíveis, tal qual investigação da irregulariedade.
  • § 4º – O D.E.M. não se responsabilizará por obrigações contraídas por estudantes ou grupos, sem autorização prévia de metade mais um da Diretoria.

Da Organização do D.E.M. Estudantil

CAPÍTULO III


Art. 5º – São instâncias de decisão do D.E.M.:
I – a Assembléia Geral dos Estudantes;
II – a eleição dos representares das organizações;
III – a Diretoria do D.E.M..


Da Assembléia Geral

SEÇÃO I


Art. 6º – A Assembléia Geral é o órgão máximo de decisão do D.E.M. e é composta por todos os alunos da escola. Convidados não terão direito a voto.


Art. 7º – A Assembléia Geral se reunirá ao fim de cada mandato, para avaliar a administração da Diretoria e para analisar o parecer.


Art. 8º – A Assembléia Geral se reunirá excepcionalmente, por convocação de metade mais um do Conselho de Representantes, por metade mais um da Diretoria do D.E.M. ou abaixo assinado de 20% (vinte por cento) dos alunos da escola.


  • § Único – Todos os pedidos devem ser encaminhados à Diretoria do D.E.M., ao Conselho de Representantes de organizações ou aos conselheiros das fraternidades Enigmatic Sphinx Society e Hunting Centaur Legion. Em qualquer caso a convocação deve ser feita com no mínimo 48 (quarenta e oito) horas de antecedência e divulgação pública da pauta a ser tratada.


Art. 9º – As Assembléias Gerais serão realizadas com no mínimo 10% (dez por cento) dos alunos da Universidade e 2/3 (dois terços) do Conselho de Representantes de organizações, decidindo por maioria simples de votos, exceto nas hipóteses previstas no Estatuto.


  • § Único – Para as deliberações a que se referem os incisos II e V do art. 10º (décimo) é exigido o voto concorde de dois terços (2/3) dos presentes à Assembléia especialmente convocada para esse fim, não podendo ela deliberar, em primeira convocação, sem a maioria absoluta dos associados, ou com menos de 2/3 (dois terços) nas convocações seguintes, a serem feitas em intervalos de 30 minutos.


Art. 10º – Compete à Assembléia Geral:


I – aprovar e reformular o Estatuto;
II – discutir e votar teses, recomendações e propostas apresentadas por qualquer um dos membros do D.E.M.;
III – denunciar ou suspender coordenadores do D.E.M.;
IV – destituir os coordenadores e membros do D.E.M.;
V – eleger os coordenadores do D.E.M. e seus suplentes;
VI – receber e analisar os relatórios da Diretoria do D.E.M. e sua prestação de contas, apresentada no conselho fiscal;
VII – marcar a Assembléia Geral Extraordinária quando necessário.



Do Conselho de Representantes de Organizações

SEÇÃO II


Art. 11º – O Conselho de Representantes de Organizações será constituído somente pelos representantes de organizações, eleitos anualmente pelos alunos de cada organização que se candidatarem.


  • § Único - Tem o compromisso de acompanhar a Diretoria do D.E.M. mais de perto para atuar, propor, questionar, refletir, discutir e decidir em nome dos alunos que representa.


Art. 12º – O Conselho de Representantes de Organizações se reunirá, regularmente com a Diretoria do D.E.M. e, excepcionalmente, quando convocado pelo D.E.M., funcionando com a presença da maioria absoluta de seus membros e decidindo por maioria simples de votos.


Art. 13º – Compete ao Conselho de Representantes de Organização:


I – obedecer o Estatuto do D.E.M., fazer com que os outros alunos de suas organizações obedeçam e decidir sobre casos a parte;
II – assessorar a Diretoria do D.E.M. na execução do programa administrativo, financeiro e cultural;
III – decidir, nos limites legais, sobre assuntos de interesse dos alunos e de cada organização representada;
IV – divulgar nas suas respectivas organizações as propostas e atividades do D.E.M..



Da Diretoria

SEÇÃO III


Art. 14º – A Diretoria do D.E.M. será constituída dos seguintes membros:
I - Presidente I - obrigatório ser Sênior e homem;
II- Presidente II - Obrigatório ser Sênior e mulher;
  • § 1º – Cada presidência é composta por um suplente, sendo um homem como suplente do Presidente I e uma mulher como suplente do Presidente II;
  • § 2º – É de caráter obrigatório que os presidentes sejam sêniors.
III - Diretor Social;
IV - Diretor Acadêmico;
  • § 1º - Cada diretoria é composta por dois suplentes;
  • § 2º - É de caráter obrigatório que os Diretores Acadêmico e Social sejam juniors ou sêniors.
V - Representantes das Organizações;
  • § Único - É de caráter obrigatório que os Representantes sejam juniors ou sêniors.
VI - Suplentes.
  • § 1º – É proibido o acúmulo de cargos;
  • § 2º – Na falta de algum dos coordenadores, o suplente respectivo assumirá o cargo;
  • § 3º – Na falta do suplente, a Diretoria do D.E.M. propõe outro associado de sua confiança para assumir o cargo vago, tendo que passar por aprovação da Assembléia Geral;
  • § 4º - Na falta de candidatura para os cargos de suplentes, serão escolhidos alunos que não possuem cargos de diretoria de quaisquer anos.


Art. 15º – Cabe à Diretoria do D.E.M. Estudantil:
I – elaborar o Plano Anual de Trabalho, submetendo-o à aprovação do Conselho de Representantes de Organizações;
II – colocar em execução o plano aprovado, conforme mencionado no inciso anterior;
III – dar a Assembléia Geral conhecimento sobre:


a) as normas estatutárias que regem o D.E.M.;
b) as atividades desenvolvidas pela Diretoria;
c) a programação e aplicação dos recursos do fundo financeiro.


IV – tomar medidas de emergência, não previstas no Estatuto, submetendo-se a avaliação do Conselho de Representantes de Organizações;
V – reunir-se periodicamente e extraordinariamente.
a) fica estabelecido que Assembléias extraordinárias acontecerão de acordo com as normas estabelecidas no artigo 8º (oitavo).


VI - reunir-se periodicamente com os reitores da Universidade e seus professores e funcionários.


Art. 16º – Compete aos Presidentes:
I – representar com integridade o D.E.M. dentro e fora da escola;
II – tomar decisões coerentes sobre questões que por motivo de força maior se fazem necessárias, levando ao conhecimento da Diretoria do D.E.M. na reunião seguinte;
III – assinar a correspondência oficial do D.E.M.;
IV – representar com competência o D.E.M. junto à reitoria, ao corpo docente e, se necessário, aos pais de alunos;
V – cumprir e fazer cumprir as normas do presente Estatuto;
VI – coordenar e manter o funcionamento do D.E.M. de forma democrática, saudável, inovadora e inteligente;
VII - coordenar e organizar documentos pertinentes à organização;
VIII - coordenar, organizar e prestar contas em relatório oficial do conselho fiscal em Assembléia Geral ou perante outro órgão de decisão, tal qual à reitoria da Univerdade;
IX - – manter em dia a prestação de contas de todo movimento financeiro do D.E.M.;
X - movimentar conjuntamente contas bancárias em nome da entidade;


Art. 17º – Compete ao Diretor Social:
I – organizar atividades sociais da Universidade, dentre elas, festas;
II – organizar, junto ao representante da Trupe Cliodna, quaisquer eventos culturais como: saraus, festa de Verão, dentre outros;
III – informar as atividades que o D.E.M. está realizando, colocando em prática os órgãos oficiais de comunicação do D.E.M., como o Daily Noskort News e mural de avisos;
IV - estabalecer parcerias com a comunidade bruxa, realizando atividades comprometidas para o bem-estar e interação entre os dosi núcelos;
V - incentivar, planejar e pôr em prática, ações que contribuam com a qualidade de vida dos alunos.


Art. 18º – Compete ao Diretor Acadêmico:
I – organizar a Feira de Magia;
II – organizar a Semana Acadêmica;
III – organizar e promover debates e palestras de cunho acadêmico;
IV – incentivar, promover, organizar e contribuir com atividades extra-curriculares de cunho esportivo e intelectual;
V - informar as atividades que o D.E.M. está realizando, colocando em prática os órgãos oficiais de comunicação do D.E.M., como o Daily Noskort News e mural de avisos.


Art. 19º – Compete aos Representantes:
I – responder por toda a comunicação da Diretoria do D.E.M. com os membros da organização pertinente ao cargo;
II – informar as atividades que o D.E.M. está realizando, colocando em prática os órgãos oficiais de comunicação do D.E.M., como o Daily Noskort News e mural de avisos;
III - agir junto aos Diretores e Presidentes quando necessário;
IV - estar presente nas Assembléias e Reuniões;
V - representar os interesses e objetivos da organização pertinente ao cargo.


Art. 20º – Compete aos Suplentes:
I - auxiliar o membro ao qual compete;
II - substituir o mmembro ao qual compete, quando necessário;
III - fazer-se presente no D.E.M. com idéias e presença;
IV - trabalhar junto aos representantes, facilitando a comunicação entre aluno-Diretório.


Do Conselho Fiscal

SEÇÃO IV


Art. 21º – O Conselho Fiscal compõe-se de dois presidentes e dois suplentes.


Art. 22º – Compete ao Conselho Fiscal:
I – examinar a situação das finanças do D.E.M.;
II – registrar no livro de Atas os dados obtidos nos exames realizados;
III – apresentar na última Assembléia Geral que anteceder a eleição do D.E.M. as atividades econômicas da Diretoria;
IV – recolher dos Diretores, Representantes e Suplentes recibos dos bens do D.E.M.;
V – convocar a Assembléia Geral nos casos de urgência.

Dos Associados

CAPÍTULO IV


Art. 23º – São membros do D.E.M. todos os alunos matriculados e freqüentes na organização.
  • § 1º – As ações disciplinares aplicadas pela Universidade ao aluno não se estenderão às suas atividades como membro da organização;
  • § 2º – Somente no caso de expulsão ou transferência, o aluno automaticamente deixará de ser membro do D.E.M..


Art. 24º – São direitos do membro:
I – participar de todas as atividades do D.E.M.;
II – votar e ser votado, observadas as disposições deste Estatuto;
III – encaminhar observações e sugestões à Diretoria do D.E.M.;
IV – propor mudanças e alterações parciais ou completas do presente Estatuto;
V – participar das reuniões abertas da Diretoria do D.E.M..


Art. 25º – São deveres do membro:
I – conhecer e cumprir as normas do Estatuto;
II – cooperar de forma ativa pelo fortalecimento e pela continuidade do D.E.M..

Do Regime Disciplinar

CAPÍTULO V

Art. 26º – Constituem infrações disciplinares:
I – usar o D.E.M. para fins diferentes de seus objetivos;
II – deixar de cumprir o Estatuto;
III – prestar informações, referentes ao D.E.M., que coloquem em risco a integridade de seus membros;
IV – praticar atos que venham a ridicularizar a Organização, seus membros ou seus símbolos;
V – representar o D.E.M. sem autorização escrita da Diretoria;
VI – atentar contra os bens do D.E.M..


Art. 27º – São competentes para apurar infrações, dos incisos I à V, a Presidência e a Diretoria do D.E.M., e do inciso VI, o Conselho Fiscal.


Art. 28º – Comprovada a infração, leva-se a julgamento em Assembléia Geral.
  • § 1º – As penas para as infrações podem variar de suspensão a expulsão do quadro de associados do D.E.M., conforme a gravidade da falta.
  • § 2º – É sempre garantido ao aluno o direito de defesa.

Das Eleições

CAPÍTULO VI


Art. 29º – Para se candidatar a algum cargo da Presidência, da Diretoria, da Representação, do Conselho Fiscal ou da Suplência do D.E.M., deve-se estar regularmente matriculado na referida Universidade.


Art. 30º – O período de inscrição dos cargos relativos à Presidência, à Diretoria, à Representação, à Suplência e ao Conselho Fiscal do D.E.M. será contado conforme o calendário eleitoral estabelecido em Assembléia Geral.


Art. 31º – O período de campanha ocorrerá conforme o calendário eleitoral estabelecido em Assembléia Geral.


Art. 32º – A data de realização das eleições ocorrerá conforme o calendário eleitoral estabelecido em Assembléia Geral. No caso de algum impedimento, ocorrerá uma Assembléia geral Extraordinária estabelecendo novo calendário eleitoral.


Art. 33º – A apuração dos votos ocorrerá logo após o término da votação.


  • § Único – A mesa apuradora será coordenada pelos atuais Presidente, caso estes ainda sejam alunos da Universidade, pela reitoria, por Comissão Eleitoral formada por dois professores eleitos pelo D.E.M. e por dois representantes do D.E.M. presentes durante a apuração e sorteados antes de dar-se início à mesma.


Art. 34º – Serão considerados vencedores os que conseguirem maior número de votos.


  • § 1º – Em caso de empate no primeiro lugar, haverá nova eleição no prazo de 10 (dez) dias letivos, concorrendo a nova eleição somente os candidatos em questão;
  • § 2º – Em caso de fraude comprovada, a mesa apuradora dará por anulada a referida eleição, marcando-se outra eleição no prazo de 10 (dez) dias letivos, concorrendo à nova eleição todos os candidatos anteriormente inscritos.


Art. 35º – A posse da Presidência, da Diretoria, da Representação, da Suplência e do Conselho Fiscal eleitos ocorrerá no 2º dia letivo após a divulgação geral dos vencedores.


  • § Único - Em caso de empate, a posse ocorrerá após a apuração do segundo turno.


Art. 36º – A duração do mandato da Presidência, da Diretoria, da Representação, da Suplência e do Conselho Fiscal eleitos será de 1 (um) ano, a iniciar-se 2 (dois) dias letivos após a declaração dos vencedores, até a posse dos novos administradores.


§ 1º - Em caso de vencedor sênior, após o período letivo, o suplente junior ou calouro assume o cargo em questão até a posse do novo admnistrador;
§ 2º - Em caso de suplentes sêniors, após o período letivo, o cargo em questão fica sem admnistrtador até a posse do novo admnistrador.

Disposições Gerais e Transitórias

CAPÍTULO VII


Art. 37º – A dissolução do D.E.M. somente ocorrerá quando for extinta a Universidade, revertendo seus bens à entidades semelhantes de colégios de magia afiliados à Universidade.


Art. 38º – Após a eleição da Presidência, da Diretoria, da Representação, da Suplência e do Conselho Fiscal do D.E.M., a Presidência do D.E.M. deverá encaminhar à Reitoria a ata das eleições e a cópia do Estatuto aprovado pela Assembléia Geral, caso haja alteração pertinente.
Art. 39º - Fica estabelecido que durante a vigência da Presidência, da Diretoria, da Representação, da Suplência e do Conselho Fiscal do D.E.M., a Presidência do D.E.M. deverá encaminhar à Reitoria a ata das Assembléias, a ata das Reuniões Internas e Externas e a cópia do Estatuto aprovado pela Assembléia Geral, caso haja alteração pertinente durante o ano letivo.


Art. 40º – Este Estatuto entrará em vigor após sua aprovação na Assembléia Geral dos alunos da Universidade.
  • § Único - Caso não haja alteração pertinente após a eleição da nova administração do D.E.M. o Estatuto anterior e aprovado continua em vigor, sem que faça-se necessária aprovação do mesmo em Assembléia Geral do ano letivo corrente.


Página Inicial | Organizações

Also on Fandom

Random wikia