Fandom

Scratchpad

Filme

215,965pages on
this wiki
Add New Page
Discuss this page0 Share

Ad blocker interference detected!


Wikia is a free-to-use site that makes money from advertising. We have a modified experience for viewers using ad blockers

Wikia is not accessible if you’ve made further modifications. Remove the custom ad blocker rule(s) and the page will load as expected.

Os filmes que vimos, juntos, a 1500 km de distância:

Paris, te Amo
PARIS

Fiquei pensando, depois, enquanto lembrava de cenas, relacionava lugares... o hexagrama do filme é o nosso (19 - a aproximação)! é um filme sobre encontros, todo sobre encontros e mais encontros! mesmo aqueles que aparentemente são desencontros (a mãe, o caubói e o filho; a moça da leucemia; o imigrante africano esfaqueado; o velho casal separado), quando você olha bem, são reencontros: a mãe e o filho se reencontram, ainda que por momentos breves, mas se pacificam; o casal que está prestes a se separar se reacham antes da despedida inevitável; não se sabe o que acontece com o africano, mas ele e a paramédica têm um genuíno e intenso encontro mediado pelo pedido de café; o casal separado têm um momento de ternura, respeito e novidade, em meio ao desencontro crônico... e a carteira americana, nossa, cê lembrou tão bem, que coisa linda! Um encontro absoluto, consigo mesma, com uma cidade amorosa, encontro singelo e puro... gostei até dos que não gostei (rsrsrsrs), como o do nick nolte... apenas um trompe-l'oiel (pra ficar no francês - tradução??), em que a graça é apenas um mal-entendido (pai, neto)... e aquele da japonesa ou chinesa cabelereira, sei lá... o que foi aquilo? mas o episódio dos mímicos, ah, que beleza! uma fábula preciosa praqueles que de algum modo se consideram *fora* do *mundo normal*, das armadilhas de rato... é de lavar a alma da gente (sim, eu me sinto às vezes fora do mundo normal, deslocado como um mímico pariense)! Também adorei! disse rapidamente no recadinho: eu senti muito forte que estávamos juntos, ao fazer algo juntos, compartilhar a mesma visão por alguns momentos, poder falar sobre ela. depois, continuei te sentindo: ao dormir, ao acordar. Com todas as sensações de estarmos juntos, e que você também expressou hoje de manhã: um tanto de encaixe, um tanto de paz, um tanto de tesão, um tanto de euforia, um tanto de melancolia... também é assim que me sinto... incrível o que pode um corpo... as invenções e proximidades possíveis... Ando com a compulsão de te dizer coisas boas, de te fazer se sentir bem e bela e forte, de te elevar (adorada!) e agradar... meio grudentinho, né? E que você deixa pra mim?? Já te disse, eu mesma me estranho... não sou assim... você me deixou assim, totalmente disponível e focada em você... Rsrsrsrs... o tempo tem que andar mais rápido... e espero que quando estejamos juntos ele passe bem devagar pra nós, como os dois (o menino cego e a natalie portman) abraçados na estação... último comentário sobre o filme: também adorei o episódio do marais (o menino lindo que impulsivamente - bem ariano, ele - fala ao americaninho que o queria conhecer, etc...). e depois o outro, bem virginianamente, sai correndo atrás. demorou!!!!  ;-) (é o que mais parece com a gente! rsrsrsrs)


Na Cama
Atrasados...
Piaf
Aliás, parêntese... fiquei impressionadíssimo com a vida da edith piaf! nossa! lembra uma hora em que o médico pergunta a ela por que

ela usa as injeções? ela respondeu: *pra calar o corpo!* calar o corpo, amor!!! nossa, que dores, que corpo mais fodido e frágil ela tinha, viu? parece que todo o corpo são virava só olhos e voz. ah, e mãos! viu ela aprendendo a cantar com as mãos? fiquei impressionado, pensando no que você estaria pensando acerca do corpo, dos corpos... que *injeções* eram aquelas, amor, cê sabe? morfina, ou coisas do tipo? já tinha heroína processada? já, né? sobre corpos: preciso muito aprender com você, amor (no sentido de aprender juntos e também de aprender a partir de você).



Voltar para Liebepedia

Also on Fandom

Random wikia