Fandom

Scratchpad

Lista de NPCs de Normandia: Dia D+2

215,677pages on
this wiki
Add New Page
Discuss this page0 Share

Ad blocker interference detected!


Wikia is a free-to-use site that makes money from advertising. We have a modified experience for viewers using ad blockers

Wikia is not accessible if you’ve made further modifications. Remove the custom ad blocker rule(s) and the page will load as expected.

Em ordem de aparição:

Ato I: Normandia

Clark Powell

Artigo principal: Clark Powell

James Rodier

Artigo principal: James Rodier

Rémy Jaillet, mais conhecido como James Rodier é descendente colateral da nobreza tradicional da Normandia e supostamente um dos maiores chefões do crime organizado parisiense. Embora existam muitos boatos e muitas histórias sobre ele, pouco se sabe realmente além de seu nome. A polícia francesa acredita que ele seja responsável pelo tráfico de narcóticos no norte da França e diretamente responsável por mais de 500 assassinatos desde 1935. Algumas fontes da inteligência aliada sugerem que ele também é um dos principais financiadores da Resistência Francesa, embora outra fontes indiquem que a Gestapo capturou-o em 1941 e atualmente age como colaborador dos nazistas.

Rodier acompanha o esquadrão do Ten. Smith desde o Dia D, observando-os atentamente e muitas vezes suprindo-os com relatórios de inteligência extremamente precisos, equipamentos, muitas vezes contrabandeados, e qualquer outra coisa que eles quisessem. Mas como tudo tem um preço, em todas as missões que o exército americano enviava o esquadrão, Rodier acrescentava um ingrediente seu. Buscar ou levar alguma coisa (geralmente dentro de um envelope de papel pardo) são as coisas mais corriqueiras que podem acontecer quando se trabalha indiretamente para ele.

Günther Rüdinhelm

Oberstgunther
Oberst (Coronel) Günther Rüdinhelm, piloto veterano da Primeira Guerra Mundial subiu rapidamente a posição de Coronel e assim que a Fallschirmarmee foi formada ele se tornou membro do Estado-Maior de Kurt Student, criador e comandante em chefe dessa divisão. Rüdinhelm era responsável pelo treinamento dos novos soldados e pouco antes da invasão aliada na Normandia em 1944, ele estava envolvido no treinamento de uma nova unidade em um campo de treinamento próximo à Lille, na França Ocupada. A inteligência aliada, infelizmente, não conseguiu angariar nenhuma informação sobre este campo ou sobre esta nova unidade. Assim que a invasão aconteceu, Student enviou-o à Carentan junto com a Segunda Divisão de Paraquedistas para averiguar a situação das tropas e sua performance. Rüdinhelm foi supostamente assassinado por agentes da Resistência Francesa na madrugada do dia 8 de junho de 1944 em Carentan.

Na verdade, Rüdinhelm sobreviveu naquela noite a uma tentativa de assassinato por um grupo de operações especiais do exército americano. Ele escapou da cidade junto com seus homens, mas morreu durante um ataque do mesmo grupo ao acampamento na noite do dia 12 de junho de 1944.

Albert Parsons

O Cabo Albert Parsons, conhecido entre os soldados como Cabo Magrelo é o secretário particular do Gen. Powell.

Thierry d'Orves

Um dos capangas de Rodier, Thierry d'Orves fora capturado pela SS e estava sendo mantido preso no Chateau de Le Bisson. Por saber demais, d'Orves foi deixado para morrer no porão do Chateau pouco antes dele explodir.

Wilber Fergusson

Um agente-duplo da Gestapo, Wilber Fergusson era um delator e um dos distribuidores de Rodier em Jersey, no Canal da Mancha. Fergusson foi capturado pelas tropas alemãs no local e não se tem notícias de seu paradeiro.

Ato II: Paris

Alain Daigneault

Artigo principal: Alain Daigneault

Alain Daigneault, é um membro da Resistência Francesa. Ex-piloto da Armée de l'Air, a força aérea francesa, consegui fugir para a Inglaterra depois que Petáin capitulou e entregou a França aos alemães. Na Inglaterra teve algum sucesso na Batalha da Grã-Bretanha até que seu caça foi abatido durante um vôo de reconhecimento sobre a França. Ele sobreviveu a queda e ao invés de voltar para a Inglaterra para voltar a combater nos ares como muitos pilotos fizeram, ele decidiu entrar na Resistência e provou ser um combatente corajoso e versátil. Rapidamente tornou-se um dos líderes da resistência parisiense e até chegou a servir como oficial de comunicações das Forças Francesas Livres, mas logo abandonou este posto para ajudar pilotos abatidos como ele a retornarem para a Inglaterra.

Alain juntou-se a AOS durante a libertação de Paris a pedido do Gen. Powell e seguindo uma recomendação de Rodier, na posição de Major.

Pierre

Pierre é um anão mudo que acompanha Alain quase o tempo todo. Pierre é extremamente forte e é conhecido na Resistência por sua coragem, intrepidez e sadismo. Costuma torturar soldados capturados e negar o coup de grace aos mais feridos, atormentando-os mais ainda.

Sophie Pageux

Artigo principal: Sophie Pageux

Sophie
Sophie Pageux é uma notória membra da resistência parisiense, mais famosa por suas bebedeiras épicas, seu humor instável e seus métodos heterodoxos, que por algum mérito real. Muitos rumores e histórias são contados sobre ela, e a maior parte delas envolve quantidades leviatânicas de alguma bebida alcóolica (geralmente vinho ou conhaque) e a mesma quantidade de sangue. Natural de Pontoise, trabalhava geralmente com Alain Daigneault e Pierre, mas muitas vezes James Rodier requeria seus serviços para interrogatórios e assassinatos. Além de ser especialista em métodos de interrogatório, Sophie também é especialista em combate corpo-a-corpo.

Sophie estava desaparecida desde que o gheto que ela usava como base de operações foi atacado por tropas alemãs, no dia 15 de agosto de 1944. Haviam indícios de traição e suspeitas por parte da Resistência que ela mesmo era a traidora e que desertou e entrou na Gestapo. Essas suspeitas foram confirmadas quando um grupo liderado pelo agora Major Alain Daingleaut interceptou sua transferência da base da Gestapo em Paris para um local desconhecido fora da cidade. Depois de sua captura, foi torturada, interrogada e morta na base da AOS.

Florian Drieu

Florian Drieu era o guarda-costas, motorista e assassino particular de James Rodier. Florian está despaparecido desde que a Gestapo tomou a casa de Rodier no dia 15 de agosto de 1944 e presume-se que esteja morto. Suspeita-se que tenham administrado nele uma dose do soro azul e que os homens do Cpt. Smith tenham o matado.

Ato III: Paris, Parte II

Agente Ludger

Heinrich Ludger é um agente da Gestapo.

Also on Fandom

Random wikia