Fandom

Scratchpad

Os feitiços

216,117pages on
this wiki
Add New Page
Discuss this page0 Share

Ad blocker interference detected!


Wikia is a free-to-use site that makes money from advertising. We have a modified experience for viewers using ad blockers

Wikia is not accessible if you’ve made further modifications. Remove the custom ad blocker rule(s) and the page will load as expected.

Abaffiato

   Pronúncia: A-BAh-fi-ato
   Descrição: Faz com que o alvo fique sem ouvir, apenas ouvindo um zumbido de conversa.
   Visto/Mencionado: Descoberto por Harry Potter no sexto livro da série (Harry Potter e o Enigma do Príncipe). Usado para que ele converse com seus amigos durante as aulas ou na enfermaria para não ser ouvido. Criado pelo Príncipe Mestiço (Severo Snape).

Accio

   Pronúncia: AH-csi-oh ou AH-si-oh
   Descrição: Este feitiço traz os objetos ao feiticeiro. Este feitiço pode ser usado de duas formas: Formando o feitiço, e nomeando o objeto desejado ("Accio Firebolt"), ou apontando a varinha na direção do objeto desejado e falando o feitiço para atrair o objeto até si.
   Visto/Mencionado: Muitos lugares. Excepcionalmente visto em Harry Potter e o Cálice de Fogo, quando Harry usou o feitiço para trazer a sua vassoura para ele durante a primeira tarefa do Torneio Tribruxo, e também para trazer a taça deste torneio até ele quando lutava com Voldemort.
   Etimologia: Em Latin, accio significa "Eu chamo" ou "Eu invoco".


Alarte Ascendare

   Pronuncia: a-lar-TE as-cen-de-RA
   Descrição: Faz o alvo ascender e depois cair no chão com um estrondo.
   Visto/Mencionado: Em Harry Potter e a Câmara Secreta, Gilderoy Lochart usa este feitiço na cobra conjurada por Draco Malfoy.

Alohomora

   Pronúncia: A-lô-hô-MOH-ra
   Descrição: Usado para destrancar portas trancadas por chaves comuns, e não trancadas por magia.
   Visto/Mencionado: Usado em toda a série, o seu primeiro uso foi por Hermione Granger em Harry Potter e a Pedra Filosofal na porta do corredor do terceiro andar de Hogwarts (que estava à frente de Fofo).
   Etimologia: Do Havaiano aloha, significa "despedida", e do Latin mora, significa "obstáculo". Ou talvez uma forma abreviada do Latin frase "alo hoc mora" que significa "Eu aumento esta barreira".
   Notas: O feitiço talvez tenha algum modo complexo desconhecido interagido com a fala de Colloportus.

Anapneo

   Pronúncia: A-NAH-pneo
   Descrição: Limpar a traquéia respiratória e a boca, se estiver bloqueada.
   Visto/Mencionado: Horácio Slughorn usou o feitiço em Marcus Belby quando eles estavam no trem - comboio e o rapaz engoliu muito rápido para poder responder uma pergunta, em - Harry Potter e o Enigma do Príncipe.
   Etimologia: Do verbo grego anapneo (αναπνεω), "Respirar".
   Notas: Anapneo e Episkey, que são primeiramente utilizadas em Harry Potter e o Enigma do Príncipe, são os únicos feitiços na série obviamente derivadas do grego.
   Notas (2): Isto pode ser relacionado ao termo sono de Apnéia, um fenómeno em que a respiração pára durante o sono.


( Anti-cola, Feitiço )

   Pronúncia: Desconhecida
   Descrição: Enfeitiça a pena ou o pergaminho, para prevenir o escritor de colar enquanto escreve as respostas.
   Visto/Mencionado: Em Harry Potter e a Pedra Filosofal e Harry Potter e a Ordem da Fênix, durantes os exames.

( Anti-Desaparatação, Feitiço )

   Pronúncia: Desconhecida
   Descrição: Usado para prevenir aparatação e desaparatação numa área por certo tempo. Resumindo, pode ser usado para prevenir um inimigo de entrar em uma área de defesa, ou usado para trancar um inimigo numa área.
   Visto/Mencionado: Usado por Alvo Dumbledore em Harry Potter e a Ordem da Fênix durante o ataque dos Comensais da Morte no Ministério da Magia. Também foi utilizado há algum tempo nos terrenos de Hogwarts, provavelmente pelo director ou coordenador na época.

Animus Corpus

   Pronúncia:Desconhecida
   Descrição:Feitiço utilizado para a magia de Inferi.

( Antonio Dolohov, Maldição de )

   Pronúncia: Desconhecida
   Descrição: A maldição aparenta causar dano interior, uma variação do Sectumsempra, mas que causa danos internos no corpo.
   Visto/mencionado: Usado por Dolohov duas vezes na batalha entre os Comensais da Morte e os membros da Armada de Dumbledore no Ministério da Magia em Harry Potter e a Ordem da Fênix.
   Notas: Logo depois que Hermione usa o feitiço silenciador em Dolohov, ele usa o feitiço nela apenas movendo os lábios. O feitiço atingiu o tórax dela, danificando mas não matando-a, possivelmente porque Dolohov estava sem voz. Depois ele ganhou a voz de volta e usou o feitiço não-verbal.
   Notas (2): Pode ser uma variação do Sectumsempra, mas que causa dano interno e não externo.


Aparecium/ Revelium

   Pronúncia: A-pa-RÉ-ci-um
   Descrição: Este feitiço faz tinta invisível e talvez itens invisíveis em geral aparecer.
   Visto/Mencionado: Usado em Harry Potter e a Câmara Secreta, quando Hermione Granger tenta fazer algo aparecer no Diário de Tom Riddle e por Snape no Mapa do Maroto.
   Etimologia: O Latin apparére significa "aparecer". Isto é obscuro quando no final da palavra vem (-ecium). A palavra "paramecium" é uma palavra nova do Latin para um género de bactéria; o segmento -mecium aqui aparece sendo derivado do grego mekes (μεκης), "comprimento". Juntamente, -ium e -cium não são raras como os sufixos em Latin. É provável que Rowling simplesmente pretendeu uma palavra em Latin sem sentido.

Aqua Eructo

   Pronúncia: A-qua-erUC-to
   Descrição: Produz água, saindo da varinha do bruxo.
   Visto/Mencionado: Usando em Harry Potter e o Cálice de Fogo (jogo), quando Harry, Rony e Hermione precisavam lutar contra as salamandras e apagar chamas em uma certa fase do jogo.

Aquamenti

   Pronúncia: A-qua-MEN-ti
   Descrição: Produz um jato de água que sai da varinha do feiticeiro, que provavelmente pode ser controlado com a mente.
   Visto/Mencionado: Provavelmente utilizado por Molly Weasley em Harry Potter e o Enigma do Príncipe quando ela enche a chaleira com sopa muito rapidamente. Também possivelmente é usado por Fleur Delacour em Harry Potter e o Cálice de Fogo na sua saia que está a arder em chamas durante o seu primeiro desafio do Torneio Tribruxo. Harry usa o feitiço duas vezes em Harry Potter e o Enigma do Príncipe, uma vez para dar a Dumbledore um drinque para diminuir os efeitos da poção de Voldemort, e outra vez para apagar as chamas da cabana de Hagrid que estava em chamas.
   Etimologia:Do Latin aqua = água e menti = mente.

(Ar Quente, Feitiço de)

   Pronunciação: Desconhecida
   Descrição: Faz a varinha soltar um ar quente.
   Visto/Mensionado: Usado por Hermione Granger em Harry Potter e o Enigma do Principe para secar o seu roupão. Usado também para derreter neve.
   Notas: Harry Potter e o Enigma do Príncipe sugere que o feitiço pode ser usado não-verbalmente, e só necessita de um complicado movimento com a varinha para ser aplicado corretamente.

Arania Exumai

   Pronúncia: A-rã-nia E-ksú-mAi
   Descrição: Ao ser jogado na aranha, ela voa longe.
   Visto/Mencionado: Em Harry Potter e a Câmara Secreta (filme), primeramente por Tom Marvolo/Servolo Riddle em Aragogue, durante a lembrança no Diário de Riddle. Também é usado por Harry quando ele e Rony vão à Floresta Proibida para falar com Aragogue e são atacados por muitas aranhas.

Aresto Momentum

   Pronuncia: AresTO MomenTUM
   Descrição: Deixa a pessoa presa em um local por alguns segundos.
   Visto/Mencionado: Usado em Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban (filme), quando Dumbledore impede que Harry Potter caia da vassoura em um jogo de quadribol, pois havia sido atacado por dementadores.

Ascendio

   Pronuncia: A-CÊN-dio
   Descrição: Faz com que o conjurador seja lançado rapidamente para cima, esteja onde estiver.
   Visto/Mencionado: Em Harry Potter e o Cálice de Fogo , na segunda tarefa do Torneio Tribruxo, quando Harry Potter, dentro do lago de Hogwarts, fica sem fôlego e precisa subir rapidamente.

Avada Kedavra (A Maldição da Morte)

Veja Maldições Imperdoáveis para mais informações.

   Pronunciação: a-VA-da que-DA-vrah
   Descrição: Uma das Maldições Imperdoáveis. Causa morte instantânea, sem deixar nenhum sinal. Esse feitiço produz um flash de luz verde e um som de algo batendo no alvo.
   Visto/Mencionado: É a maldição que Voldemort usou para matar os pais de Harry Potter. Visto em Harry Potter e o Cálice de Fogo quando Barty Crouch Jr. (personificando Olho-tonto Moody) usou numa aula de demonstração numa aranha, e também visto quando Rabicho mata Cedrico Digory.Também usado por Severo Snape em Alvo Dumbledore no livro Harry Potter e o Enigma do Principe. Voldemort usa em Harry Potter a maldição Avada Kedavra em todos os livros, exceto em Harry Potter e a Pedra Filosofal.No filme Harry Potter e a Ordem da Fênix (filme), Bellatrix Lestrange usa essa maldição em Sirius Black, com sucesso. No filme Harry Potter e a Câmara Secreta (filme), Lúcio Malfoy tenta usar contra Harry mas Dobby, o elfo doméstico, o impede, provavelmente porque Harry Potter libertou-o.
   Etimologia: A palavra aramaica avada significa " Desapareça" considerando que kedavra significa "deste mundo". Logo, o significado dessa maldição é "suma deste mundo".

Avifors

   Pronúncia: a-VI-fors
   Descrição: Este feitiço faz com que o alvo se transforme em pássaros.
   Visto/Mencionado: Em Harry Potter e o Cálice de Fogo (jogo) contra as criaturas que atacavam o trio. Também é um dos pricipais feitiços no primeiro desafio do Olho-Tonto Moody visto também em Harry Potter e a Pedra Filosofal (jogo) esse feitiço é ensinado pela professora Minerva McGonagall. Harry Potter usa esse feitiço várias vezes durante o decorrer do jogo.

Avis

   Pronúncia: AH-vis
   Descrição: O feitiço cria um bando de pássaros.
   Visto/Mencionado: Usado em Harry Potter e o Cálice de Fogo por Sr. Ollivander (Olivaras, na tradução brasileira) para testar a varinha mágica de Viktor Krum. Visto também em Harry Potter e o Enigma do Príncipe, quando Hermione Granger, numa crise de ciúmes de Rony Weasley lança os pássaros que havia conjurado nele. Os pássaros bicavam e arranhavam cada parte que conseguiam alcançar do rosto e braços do rapaz.
   Etimologia: O Latin avis significa "pássaro". 

Bombarda

   Pronúncia: bom-BAR-da
   Descrição: Faz um arrombo no objeto atingido.
   Visto/Mencionado: Hermione o usa no filme Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban (filme) salvando Sirius Black, e Umbridge também o usa ao descobrir a sala precisa, em Harry Potter e a Ordem da Fênix (filme).
   Etimologia: Provavelmente vem de bomba, bombardear. Ou talvez referencia a arma de fogo medieval de mesmo nome (considerada a arma de fogo portátil mais antiga de todas).

Bombarda Maxima

   Pronúncia: bom-BAR-da MÁ-xi-ma
   Descrição: Versão intensificada do feitiço Bombarda.
   Visto/Mencionado: Umbridge o usa no filme Harry Potter e a Ordem da Fênix para entrar na Sala Precisa (Sede da AD).

Braquium Remendo

   Pronúncia: Bra-qui-um re-Men-do
   Descrição: Se usado corretamente pode curar um braço quebrado.
   Visto/Mencionado: Gilderoy Lockhart o usa no filme Harry Potter e a Câmara Secreta sem sucesso, pois acabou deixando o braço de Harry Potter sem ossos. Essa contusão deixou Harry muito tempo na Ala Hospitalar, sem assistir as aulas dadas nesse tempo.

(Cabeça de Bolha,Feitiço)

   Pronúncia: Desconhecida
   Descrição: Põe uma grande bolha de ar envolta da cabeça do utilizador.
   Visto/Mencionado: Cedrico Diggory e Fleur Delacour usaram esse feitiço debaixo d'água na segunda tarefa do Torneio Tribruxo em Harry Potter e o Cálice de Fogo. Foi também usado por muitos estudantes de Hogwarts quando caminhavam pelos corredores em Harry Potter e a Ordem da Fénix, por causa dos maus cheiros causados pelas várias peças aprontadas pelos gêmeos contra Dolores Umbridge.

(Cara-de-lesma, Feitiço)

   Pronúncia: Ca-ra-de-les-ma
   Descrição: A vítima vomita lesmas.
   Visto/Mencionado: Em Harry Potter e a Câmara Secreta, Rony Weasley tentou usar este feitiço em Draco Malfoy, mas o feitiço voltou contra ele, fazendo-o vomitar varias lesmas.

Carpe Retractum

   Pronúncia: car-PE re-TRAC-tum
   Descrição: Puxa algo para trás, um portão por exemplo.
   Visto em: Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban (jogo) (Usado apenas por Rony) e em Harry Potter e o Cálice de Fogo (jogo)

Colloportus

   Pronúncia: col-lo-PÓR-tus
   Descrição: Esse feitiço tranca as portas, prevenindo-as de serem abertas por um certo tempo.
   Visto/Mencionado: Primeiro usado em Harry Potter e a Ordem da Fénix quando Neville, Luna e Harry Potter precisaram selar portas no Departamento de Mistérios contra alguns Comensais da Morte.
   Etimologia: Talvez uma junção das palavras Latinas colligere ("colecionar") e porta ("porta"). A palavra de origem Grega kolla atambém significa "cola", e torna-se collo- em muitas palavras do inglês. Particularmente, o feitiço faz uma porta bloquear-se, ou colar-se.

Confringo (Maldição Explosiva)

   Pronúncia: con-FRIN-goh ou con-FRIN-joh
   Descrição: Qualquer coisa que tem contato com esse feitiço explode.
   Visto/Mencionado: Harry usa para destruir o carro lateral da motocicleta de Sirius em vôo durante a batalha com os Comensais da Morte, começo de Harry Potter e as Relíquias da Morte. Mais tarde, Hermione usa-o em uma tentativa de matar Nagini e facilitar o escapamento da casa de Bathilda Bagshot em Godric's Hollow.Ela acaba quebrando a varinha de Harry.

Confundus

   Pronúncia: con-FUn-dos
   Descrição: É um feitiço para confundir.
   Visto/Mencionado: Em Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban, quando Professor Snape sugere que Harry e Hermione foram confundidos por acreditarem na inocência de Sirius Black. Em Harry Potter e o Cálice de Fogo, é sugerido que o feitiço para confundir foi responsável pelo Cálice ter escolhido quatro Campeões invés de três. É usado por Hermione Granger em Córmaco McLaggen durante a seleção da a equipe de Quadribol da grifinória em Harry Potter e o Enigma do Príncipe (McLaggen não defende o último gol).
   Etimologia: Do latim "Confundere", "confuso, perplexo".

Conjunctivitus

   pronúncia: Con-juncti-VI-tus.
   Descrição: Uma maldição que afeta os olhos e a visão da vítima.
   Visto/mencionado: Sugerida por Sirius Black na carta que ele mandou a Harry e usada por Viktor Krum na primeira tarefa do Torneio Tribruxo em Harry Potter e o Cálice de Fogo. Usada por Madame Maxime em Harry Potter e a Ordem da Fênix em gigantes.
   Notes: Provavelmente, o nome comum derivado da doença desse nome, sabida mais geralmente como “o olho cor-de-rosa” ou da “o olho lagarta” devido a sua inflamação no olho

Crucio (Maldição Cruciatus)

   Pronunciação: CRU-ci-o
   Descrição:Causa enormes dores fisicas por todo o corpo da vitima.
   Visto/Mencionado: Foi visto primeiramente em Harry Potter e o Cálice de Fogo quando Barty Crouch Jr., que estava interpretando o ex-auror Alastor Moody, usa a maldição em uma aranha durante a aula de Defesa Contra as Artes das Trevas. Depois é revelado que Barty Crouch Jr. e Bellatrix Lestrange (Belatriz, na versão brasileira) foram enviados para Azkaban, por terem usado esta maldição em Frank Longbottom e Alice Longbottom, pais de Neville Longbottom, até a insanidade. Em Harry Potter e a Ordem da Fênix, Harry usa tal maldição em Bellatrix após ela ter usado a Maldição da Morte em Sirius Black. E provavelmente isso não terá grandes conseqüências, afinal, Harry Potter não sabe fazer o devido uso das maldições imperdoáveis, porque é um bruxo bom e nobre. No livro Harry Potter e o Enigma do Príncipe, Harry torna a usar essa maldição, mas Snape diz que ele é incapaz de fazer o uso correto de tal feitiço. Ele torna a utilizá-la em Harry Potter e as Relíquias da Morte, em Amico Carrow, quando ele cospe em Minerva MacGonagall. Ele dessa vez acerta!
   Etimologia: Latim cruxi + atus, "Causar sofrimento".
   Notas:, quando a pessoa é exposta ao feitiço depois de muito tempo, várias horas as dores podem levar a loucura, porém a loucura não é efeito do feitiço, apenas pode ser uma consequencia pela grande exposição. 

Defodio (Feitiço de Entalhe)

   Pronúncia: de-FOH-di-o
   Descrição: Este feiiço faz com que entalhes profundos apareçam no objeto alvejado.
   Visto/Mencionado: Usado por Hermione Granger, Harry Potter, e Rony Weasley em Harry Potter e as Relíquias da Morte para ajudá-los a escapar do Banco de Gringotes. Naquele momento, eles estavam voando graças á um dragão que protege os cofres do banco.

Descendo

   Pronúncia: deh-SEN-doh
   Descrição: Provavelmente este feitiço faz com que o objeto alvejado mova-se pra baixo.
   Visto/Mencionado: Em Harry Potter e as Relíquias da Morte Rony usa para que uma escada desça e o conduza até o porão. Também é usado por Crabbe no Quarto das Coisas Escondidas (na Sala Precisa) para fazer que a parede por trás de Rony caia.

Deletrius

   Pronúncia: de-LEET-ree-us /dəli'tɹiʊs/
   Descrição: Um feitiço para apagar.
   Visto/Mencionado: Em ' ' Harry Potter e o Cálice de Fogo quando Amos Diggory se livra do eco da Marca Negra da varinha de Harry.
   Etimologia: Do Latim delére significa "apagar".

Densaugeo

   Pronunciação: Denz-OW-gai-oh /dɛnzau'geo/ ou den-SAW-jee-oh
   Descrição: Esse feitiço faz com que os dentes da vítima cresçam rapidamente.
   Visto/mencionado: Em Harry Potter e o Cálice de Fogo quando Draco Malfoy ataca Hermione fora da sala de aula de poções.
   Etimologia: Do latim dens, "dente", e augo, "Eu acrescento ou "Eu enlargo".

Deprimo

   Pronúncia: DEH-prih-moh
   Descrição: Este feitiço cria uma pressão escendente imensa em seu alvo, o que pode causar uma violenta ruptura.
   Visto/Mencionado: Em ' ' Harry Potter e as Relíquias da Morte Hermione abre um buraco no chão da sala dos Lovegood.
   Etimologia: Do Latim deprimo significa "pressiono para baixo".

( Desilusório, Feitiço )

   Pronúncia: Desconhecida
   Descrição: Causa um efeito igual a de um camaleão, mas não deixa invisível.
   Visto/Mencionado: Alastor Moody usa o feitiço em Harry Potter no quinto livro da série (Harry Potter e a Ordem da Fênix). Foi mencionado em Harry Potter e o Enigma do Príncipe. No folheto do Ministério da Magia sobre precauções contra Comensais da Mortee em Harry Potter e as Reliquias da Morte por Xenophilius Lovegood, pai de Luna Lovegood quando explicava sobre a Capa de Invisibilidade.

Diffindo

   Pronúncia: dif-FIN-doh /dɪfɪ'ndo/
   Descrição: Inverso do feitiço REPARO. Feitiço utilizado para Cortar coisas.
   Visto/Mencionado: Em Harry Potter e o Cálice de Fogo quando Harry, urgentemente, quer falar com Cedrico Diggory ele invoca a magia para rasgar sua bolsa, atrasando-o para a aula. Harry também faz uso dela em Harry Potter e a Ordem da Fênix numa tentativa de salvar Rony do cérebro no Departamento dos Mistérios, Também no começo quando Dolores usa para separar um casal, e em Harry Potter e o Enigma do Principe quando ele quer trocar a capa da cópia do livro Estudos Avançados no Preparo de Poções do Principe Mestiço por uma nova, a fim de ficar com a versão do Principe. Rony também usa essa magia para tirar os laços da sua roupa para o baile de inverno em Harry Potter e o Cálice de Fogo.
   Etimologia: Latim diffindere, "Dividir" ou "Partir".
   Notas: No jogo Harry Potter e a Câmara Secreta, é mencionado que Diffindo corta coisas que possuem origem orgânica (baseadas em carbono).

Dissendium

   Pronúncia: dis-SEND-ee-um /dɪsɛ'ndiʊm/
   Descrição: Faz com que a corcunda da estátua da bruxa de um olho só abra.É uma passagem secreta para o porão da Dedosdemel (Hogsmeade).
   Visto/Mencionado: Visto em Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban.
   Etimologia Da palavra inglesa "dissident" que significa contra as leis.
   Nota: Não é provavelmente um feitiço em sentido estrito, mas uma senha mágica, como "Mimbulus Mimbletonia" (uma das senhas do retrato da Mulher Gorda) e "Acidinhas" (senha para a gárgula do escritório de Dumbledore em Harry Potter e o Enigma do Príncipe).

Draconifors

   Pronúncia: Dra-CO-ni-fors
   Descrição: É parecido com o feitiço Lapifors, mas este feitiços faz com que tranforme pequenas estátuas de dragão em pequenos dragões de verdade, podendo controlá-los.
   Visto/Mencionado: Em Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban (jogo), Hermione aprende na aula de transfiguração.
   Etimologia: Do latim draco, dragão. 

Ebublio

   Pronunciação: ih-BUH-blioh
   Descrição: Faz com que bolhas saiam da varinha.
   Visto em: Jogo Harry Potter e o Cálice de Fogo.

Engorgio (Feitiço de Ingorgitamento)

   Pronúncia: en-GOR-dio
   Descrição: Faz com que algo cresça, aumente de tamanho.
   Visto/Mencionado: Visto em Harry Potter e o Cálice de Fogo quando Alastor Moody usa o feitiço numa aranha para mostrar os efeitos das Maldições Imperdoáveis. Hagrid é suspeito de executar o encanto em suas abóboras uma vez.
   Etimologia: Da palavra inglesa engorge, que significa ingurgitar (aumentar de volume;inchar).

Ennervate

   Pronúncia: e-ner-Va-te
   Descrição: Um feitiço que faz com que a pessoa que o recebeu "acorde". Pode ser usado por exemplo, numa pessoa que foi estuporada.
   Visto/Mencionado: Em Harry Potter e o Cálice de Fogo, Amos Diggory o usa para acordar Winky, no mesmo livro o Professor Dumbledore o usou para acordar Viktor Krum. Dumbledore também usou esse feitiço para acordar Bartô Crouch Jr. e poder interrogá-lo. Em Harry Potter e o Enigma do Príncipe, Harry o usa numa tentativa de acordar o Professor Dumbledore.
   Etimologia: Talvez do inglês en- (no sentindo de "in") e também do inglês nerves ou do latin nervus, ambos no sentido de força ou poder. Não há palavras em inglês ou em latin com similar soletração ou significado, porém a soletração é quase idêntica à enervate(do inglês), que significa enfraquecido ou desacordado.
   Notas: Pode ser usado para "curar" a pessoa do feitiço Estupefaça/Estupore.

Episkey

   Pronúncia: eh-PIS-key /ɛpɪ'ski/
   Descrição: Usado para curar machucados menores
   Visto/Mencionado: Usado em Harry Potter e o Cálice de Fogo depois do primeiro teste no Torneio Tribruxo. Em Harry Potter e o Enigma do Príncipe, Nimfadora Tonks usou par consertar o nariz de Harry; também usado no mesmo livro para consertar a boca de Demelza Robins.
   Etimologia: Essa palavra surgiu do grego "episkeui" ("επισκευή"), que significa "consertar".
   Notas: J. K. Rowling escreveu em Harry Potter e o Enigma do Príncipe que o conhecimento de Harry lhe diz que este feitiço pode pertencer à familia (ou variedade) dos feitiços reparadores.

Erecto

   Pronúncia: e-REH-cto
   Descrição: Monta coisas.
   Visto/Mencionado: Hermione o usa na cabana em que ela, Harry e Rony se esconderiam para montá-la rapidamente, em ' ' Harry Potter e as Relíquias da Morte .

Estupefaça

   Pronúncia: Es- tu -pe -FA- ssa
   Descrição:Joga a vítima para longe.Faz a pessoa desmaiar
   Visto/Mencionado: Várias vezes; a mais conhecida foi Dolores Umbridge contra Professora McGonagall em Harry Potter e a Ordem da Fênix.E No mesmo filme Harry usa em Lucio Malfoy o jogando longe e em mais um comensal.Sirius usa em Lucio Malfoy Não verbal
   Etimologia: Do Inglês stupefy que significa embasbacar, estupefazer.
   Notas: A manifestação física deste feitiço é um raio de luz vermelha saindo da varinha do feiticeiro. O resultado deste feitiço pode ser revertido por um Ennervate. Quando usado em criaturas com resistência a magia (como os dragões e gigantes) tem pouco efeito, Mas sua força é ampliada quando utilizado em quantidade (por mais de um bruxo ao mesmo tempo). Em algumas edições anteriores, aparecia como Estupore

Evanesco

   Pronuncia: eh-van-ES-ko /ɛ,vənɛ'sko/ or ee-vah-NESS-koh
   Descrição: Faz coisas menores se desintegrarem.
   Visto/Mencionado: Usado em Harry Potter e a Ordem da Fênix quando Professor Snape faz a poção de Harry sumir do caldeirão. E quando Fred e Jorge apresentam seus produtos na sala comunal, Dino Thomas limpava os estragos(vomitos) no chão, com este feitico.
   Etimologia: Do Latin evanescere, "desaparecer".

Everte Statum

   Pronúncia: e-vÉrt-ist-ÉH-Tium
   Descrição: Joga o adversário longe, enquanto dá piruetas no ar, Também é usado para reverter feitiços.
   Visto/Mencionado: Usado em Harry Potter e a Câmara Secreta (filme) quando Draco duela contra Harry.

Expecto Patronum

   Pronuncia: Éks-pé-qui-to -Pa-trO-NouM
   Descrição: É um feitiço defensivo, quando perfeitamente utilizado, assume uma forma corporea, que varia de bruxo para bruxo e pode variar quando o bruxo é submetido a emoções fortes, como visto com Ninfandora Tonks em Harry Potter e o Enigma do Príncipe. Particularmente eficiente contra Dementadores e/ou Mortalhas-Viva, sendo o único feitiço conhecido para repelí-los; precisa de um pensamento positivo para ser conjurado. É brilhante, prateado e aparenta ter consistência semelhante a de um fantasma. Quando não assume a forma corporea, o Patrono é descrito como uma "pálido fiapo de fumaça".
   Visto/Mencionado: Visto pela primeira vez em Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban, quando Remo Lupin faz um Dementador no expresso de Hogwarts desaperecer. É visto novamente quando Lupin ensina Harry Potter a usar o feitiço contra os Dementadores. Mencionado em Harry Potter e o Cálice de Fogo na terceira tarefa contra um bicho-papão, e quando Dumbledore chama por Hagrid quando Krum é estoporado e em Harry Potter e a Ordem da Fênix quando Harry é atacado por Dementadores junto com seu primo Duda, quando os membros do AD são ensinados por Harry. Em Harry Potter e o Enigma do Príncipe os patronos são usados para enviar mensagns pelos membros da Ordem de Fénix. É utilizado também em Harry Potter e as Relíquias da Morte por Rony Wealey, Hermione Granger e Harry Potter para fugir de dementadores no Ministério da Magia, em Hogsmeade e em vários outros lugares.
   Patronos Conhecidos:
       * Harry Potter: Um cervo
       * Hermione Granger: Uma lontra
       * Cho Chang: Um cisne prateado
       * Ninfadora Tonks: Provavelmente um lobisomem
       * Simas Finnigan: Uma raposa
       * Rony Weasley: Um cão
       * Luna Lovegood: Uma lebre
       * Gina Weasley: Um cavalo
       * Kingsley Shacklebolt: Um lince
       * Severo Snape: Uma corça
       * Tiago Potter: Um cervo
       * Lilian Potter: Uma corça
       * Dolores Umbridge: Um gato
       * Minerva McGonagall: Um gato com marcas de óculos ao redor dos olhos
       * Arthur Weasley: Uma doninha
       * Ernesto McMillan:Um javali
       * Alvo Dumbledore: Uma fênix
       * Aberforth Dumbledore:Um bode

Expelliarmus

   Pronuncia: Éks-Pe-Li-Ar-Mus
   Descrição: Feitiço de Desarmamento, desarma a vítima. Se usado erroneamente pode atirar a pessoa atingida longe.

Visto/Mencionado: Primeiramente em Harry Potter e a Câmara Secreta, quando Severus Snape desarma Gilderoy Lockhart no Clube de Duelos. Depois usada em Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban, Harry, Rony, Hermione usaram contra Snape e para desarmar Pedro Pettigrew. Em Harry Potter e o Cálice de Fogo, Harry, usou esse feitiço contra Lord Voldemort. É o primeiro feitiço a ser ensinado aos componentes da Armada de Dumbledore em Harry Potter e a Ordem da Fênix. No sexto ano Draco Malfoy utiliza o feitiço para desarmar Alvo Dumbledore. No setimo ano Remo Lupin diz a Harry para tomar cuidado quando lançar o feitiço, pois os Comensais da Morte estão reconhecendo o feitiço como a "marca" do Harry Potter. Ainda em Harry Potter e as Relíquias da Morte é usado para repelir o feitiço "Avada Kedavra" contra Lord Voldemort, matando-o. (nota):se trez pessoas ou mais envocarem esse feitiço ao mesmo tempo em uma mesma pessoa ela desmaia.

   Etmologia: do latim expelli (expelir) e armus (arma). Expelir arma. 

Ferula

   Pronunciação: FE-ru-la
   Descrição: Cria bandagens num machucado.
   Visto/Mencionado: Usado por Remo Lupin em Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban para enrolar a perna de Rony.
   Etmologia: Latim ferula, quer dizer "tala" ou "muleta".

(Fidelius, Feitiço)

   Descrição: Esse feitiço complexo guarda uma informação secreta dentro da alma do bruxo "recipiente", conhecido como "fiel do segredo". A Informação é então inacessível, até que o fiel do segredo escolha revelá-la; nem mesmo aqueles que conseguiram que a informação lhes fosse revelada poderão revelá-la para outros.
   Visto/Mencionado: Até agora,houve dois usos desse feitiço na série:
       * Em Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban,é explicado que quando ele era criança, ele e seus pais, James e Lílian, estavam escondidos de Voldemort por esse feitiço.
       * Em Harry Potter e A Ordem da Fênix nós descobrimos que o feitiço é utilizado para esconder o local da sede da Ordem. Dumbledore é o fiel do segredo.
   Etmologia: Do Latim fidelis, quer dizer "de fé" ou "leal".
   Notas::Esse feitiço parece não ter efeito em animais, pois Edwiges encontrou Rony e Hermione na sede da Ordem em Harry Potter e a Ordem da Fênix.

Finite Incantatem

   Pronunciação: fi-NI-te in-can-TA-tem
   Descrição:Usado para acabar com o efeito de um feitiço
   Visto/Mensionado: Srta.Granger usa em Harry Potter e a Câmara Secreta para explodir um balaço (descontrolado e alterado) de quadribol quando Harry e Draco jogavam quadribol.Também usado em Harry Potter e a Ordem da Fênix quando Lupin fez as pernas de Neville pararem de se mexer.
   Etmologia: Do Latin finite, "terminar (fim)" e Incantatem do latim "incantato", encantamento, feitiço.
   Notas: No filme Harry Potter e a Câmara Secreta , Hermione usa para parar o Balaço enfeitiçado enviado por Dobby para atacar Harry, pode explodir caso aja a perda de controle do bruxo.

Flagrate

   Pronunciação: flag-RAH-tay /flagra'te/
   Descrição: este feitiço marca letras com fogo.
   Visto/Mensionado: Foi usado primeiro, por Hermione em Harry Potter e a Ordem da Fênix. Ela usou este feitiço para identificar as portas do Departamento dos Mistérios que os membros da Armada de Dumbledore já tinham abertos, marcando um "X" nelas. Também pode ser possível que Tom Riddle que emergiu do Diário de Riddle usou a forma não verbal do feitiço,em Harry Potter e a Câmara Secreta para escrever seu nome no ar, provando para Harry que ele é Lord Voldemort.
   Etmologia: Este feitiço vem do verbo do Latim flagrare, que siguinifica "queimar".

Flipendo

   Pronúncia: Fli-pén-do (normalmente)
   Descrição:Empurra um objeto, para não muito distante.
   Visto/Mencionado: Em Harry Potter e a Pedra Filosofal (jogo)e Harry Potter e a Câmara Secreta (jogo)

Furnunculus

   Pronunciação: fur-NUN-cu-lus
   Descrição: Faz furunculos aparecerem na vítima.
   Visto/Mensionado: Usado em Harry Potter e o Cálice de Fogo quando Harry e Draco Malfoy entram em uma briga e Harry acerta Gregory Goyle acidentalmente. Mais tarde,na jornada de volta do Expresso de Hogwarts, Harry usa esse feitiço em Vincent Crabbe enquanto George Weasley usa o Jelly-Legs Jinx; a mistura causou o crescimento de pequenos tentáculos por todo rosto de Crabbe.
   Etmologia: A palavra em inglês Furunculus significa cobrir com bolhas

Glacius

   Pronunciação: GLA-cius
   Descrição: Congela algum(a) objeto/criatura.
   Visto/Mencionado: Utilizado em Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban (jogo) contra as salamandras ou contra o fogo e para congelar as águas e transformar em um escorregador (tais que Harry Potter escorregava) 

Herbivicus

   Pronúncia: her-BÍ-vi-cius
   Descrição: Faz a planta crescer mais rápidamente. Se for usado em um salgueiro lutador, ele fica mau humorado.
   Visto/Mencionado: Em Harry Potter e o Cálice de Fogo (jogo).

Homenum Revelio

   Pronunciação: HO-me-num re-VE-lioh
   Descrição: Esse encantamento revela presenças humanas.
   Visto/Mencionado: É usado por Hermione em Harry Potter e as Relíquias da Morte. Também é usado por um Comensal da Morte na casa dos Lovegood, para ver se Harry Potter estava na residência.

Homorfo

   Pronunciação: Desconhecida
   Descrição: Faz com que um Animago ou um objeto transfigurado volte a forma normal. É possivel que possa ser usado não verbalmente por Sirius Black e Remus Lupin em Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban,para forçar Pedro Pettigrew assumir a forma humana. Em Harry Potter e o Cálice de Fogo também foi usado.
   Etmologia: Do termo do Latim homo, "humano", e do Grego morphê (μορφή), ´´transformador´´ 

Immobilus

   Pronuncia: Desconhecido
   Descrição: Feitiço de efeito paralisante
   Visto/Mencionado: Usado em Harry Potter e a Câmara Secreta por Hermione para paralisar os diabretes, em Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban por Remo Lupin para paralisar o Salgueiro Lutador.

Impedimenta

   Pronúncia: im-PED-i-MEN-ta
   Descrição: : Este feitiço é capaz de pararalizar, e impedir o alvo de prosseguir sobre o feiticeiro, jogando-o para trás conforme a inensidade.
   Visto/Mencionado: Usado no Harry Potter e o Cálice de Fogo quando Harry esta praticando para a terceira tarefa. Também visto no fim de Harry Potter e o Enigma do Príncipe, quando Harry esta lutando contra os Comensais da Morte.Também usado em Harry Potter e a Ordem da Fênix nos encontros da Armada de Dumbleodore, e no mesmo livro por Madam Hooch para separar Harry e Draco Malfoy quando eles estavam brigando depois da partida de Quadribol,em que Malfoy estava insultando os pais de Harry. Usado também no livro Harry Potter e as Reliquias da Morte, enquanto Harry e Hagrid voavam na moto a caminho da casa dos pais de Tonks.
   Etimologia: Do Latin impedimentum (plural impedimenta), que significa um impedimento.

Imperius (Maldição)

Veja a seção Maldições imperdoáveis para informações mais detalhadas.

   Pronúncia: imperio
   Descrição: . Faz com que a vítima seja controlada pelo bruxo que lançou o feitiço.
   Visto/Mencionado: Diversos locais. Visto em Harry Potter e o Cálice de Fogo quando Barty Crouch Jr., que estava disfarçado de o ex-Auror Olho-Tonto Moody, usado contra uma aranha em uma aula de Defesa Contra a Arte das Trevas.Usado também em Harry Potter e as Relíquias da Morte por Harry num dos duendes enquanto ele tenta roubar a taça de Hufflepuff em Gringotes do cofre de Bellatrix Lestrange.
   Notas:Uma das três Maldições imperdoáveis. Aqueles que possuem alta capacidade mental podem aprender a resistir à essa magia

Impervius

   Pronúncia: im-PER-vi-ous /ɪmpɚ'viʊs/
   Descrição: Este feitiço serve para tornar algo impermeável.
   Visto/Mencionado: Usado por Hermione em Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban nos óculos de Harry em um jogo de Quadribol e também pelo Time de Quadribol da Grifinória em Harry Potter e a Ordem da Fênix, ambas as vezes para permitir que o utilitário pudesse ver enquanto voava pela chuva. Usado por Mrs. Weasley em Harry Potter e a Ordem da Fênix na porta da sala onde havia uma reunião da Ordem da Fênix para impedir seus filhos Fred e Jorge Weasley de ouvir a conversa.O feitiço também foi usado em Harry Potter e o Cálice de Fogo por Hermione para prender Rita Skeeter em uma garrafa enquanto ela estava na forma de um besouro.
   Etimologia: Do Latim impervius que significas ser "impermeável, impenetrável".

Incarcerous

   Pronunciação: Incarcerous
   Descrição: Cria cordas que se prendem ao corpo do alvo.
   Visto/Mensionado: Usado em Harry Potter e a Ordem da Fênix quando Dolores Umbridge usa contra centauros.
   Etimologia: Provavelmente do inglês incarcerate, que siguinifica "aprisionar".
   Nota: Uma versão não verbal deste feitiço pode ter sido usada para amarrar Pedro Pettigrew em Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban. Também é possivel que Quirrell usou este feitiço perto do fim de Harry Potter e a Pedra Filosofal.

Incendio

   Pronunciação: incendium
   Descrição: Produz fogo.
   Visto/Mencionado: Usado em Harry Potter e o Cálice de Fogo por Arthur Weasley para criar fogo na lareira dos Dursleys para que ele pudesse usar o Pó de Flu. Em Harry Potter e o Enigma do Príncipe, este feitiço é usado varias vezes em batalha.
   Etimologia: Provavelmente, a mistura do Latim incendium, "uma chama", eincendere, "lançar fogo em".
   Notas: No Harry Potter e a Pedra Filosofal (jogo), este feitiço é usado para paralisar temporariamente plantas perigosas.E no Harry Potter e a Ordem da Fênix(jogo), é usado para lançar fogo em objetos.

Inflatus

   Pronunciação: inflator
   Descrição: Infla algo como um balão.
   Visto/Mencionado: Em Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban, Harry usa sem querer esse feitiço em sua Tia Guida, e faz ela voar até o céu. Em Harry Potter e o Cálice de Fogo (jogo), Harry Potter, Hermione e Rony, usam para inflar/inchar as criaturas de uma certa fase.
   Etimologia: Do Inglês inflate, "inflar" (como um balão) 

Lacarnum Inflamarae

   Procúncia: La-CAR-nium In-fla-MA-rÃum
   Descrição: Produz chamas azuladas e quentes que podem ser recolhidas num frasco.
   Visto/Mencionado: Usado no filme Harry Potter e a Pedra Filosofal durante um jogo de Quadribol. Hermione pensa que Snape está tentando causar a queda de Harry da vassoura. Então ela usa esse feitiço na capa para distraí-lo.

Langlock

   Pronúncia: LaN-GLÒ - cK
   Descrição: Cola a língua do oponente em seu céu da boca.
   Visto/Mencionado: Usado por Harry em Pirraça, em Harry Potter e o Enigma do Príncipe e também em Argus Filch.
   Etimologia: Trava-línguas são usados para testar a "agilidade" da língua. Como isso costuma provocar dificuldade de dicção ou paralisia da língua. Talvez pensando nisso que Lia Wyler traduziu o encantamento langlock que tem suas origens do Francês langue ("língua") e do Inglês lock,"fechar".
   Notas:Criado pelo Príncipe Mestiço.

Limpar

   Pronúncia: LIM-par
   Descrição: Usado para limpar pessoas, objetos e lugares.
   Visto/mencionado: Usado por Ninfadora Tonks para limpar a sujeira da gaiola de Edwiges em Harry Potter e a Ordem da Fênix. Utilizado também por Ginevra Weasley em Harry Potter, Luna Lovegood, Nevile Longbottom e nela mesma para limpá-los da sujeira feita pela planta de Nevile em um vagão do trem, no livro Harry Potter e a Ordem da Fênix.

Legilimens

   Pronúncia: Leg-IL-im-ens
   Descrição: Permite o bruxo de penetrar na mente da vítima, podendo ver memórias e emoções.
   Visto/mencionado: Usado por Severi Snape em Harry Potter nas aulas de Oclumência em Harry Potter e a Ordem da Fênix.
   Notas: Harry usa o feitiço Protego algumas vezes durante as aulas de Oclumência, e ele conseguiu penetrar na mente de Snape. Só pode ser usado por legilimentes.

Levicorpus

   Pronúncia: Lev-i-COR-pus
   Descrição: pendura a vitima de cabeça para baixo pelo tornozelo.
   Visto/mencionado: Inventado pelo Príncipe Mestiço,e aprendido por Harry Potter quando ele leu as anotações escritas pelo Príncipe Mestiço.
   Etiologia: Do Latim levare, "Levantar" + corpus, "corpo".
   Nota:É usado no filme Harry Potter e a Ordem da Fênix por Luna Lovegood para se livrar de um Comensal da Morte na Sala da Profecia. Também é treinado por muitos, como Cho Chang. No filme, ele perde a forma não-verbal e faz um efeito parecido com o Wingardium Leviosa, embora algumas pessoas achem que ele faz a pessoa flutuar numa espécie de zênite.

Liberacorpus

   Pronúncia: Li-be-ra-Cor-pus
   descrição: o reverso de levicorpus
   Visto/mencionado: Inventado por Severo Snape, e aprendido por Harry Potter quando ele leu as anotações escritas pelo Príncipe Mestiço para soltar Rony do Levicorpus.

Locomotor

   Pronúncia: LOW-co-MOW-tor /loˌkomoˈtr̩/
   Descrição: Este encanto é sempre usado junto do nome do alvo e apontando para ele. (ex. "Locomotor Tronco!"). O encanto causa no objeto dito o efeito de flutuar no ar e que fique a total mercê do conjurador.
   Visto/mencionado: Usado por Ninfadora Tonks em Harry Potter e a Ordem da Fênix para mover o baú de Harry's pelo quarto dele. Professor Flitwick também usou este,para mover o baú de Sibila Trelawney,depois que ela foi atingida por Dolores Umbridge.
   Etimologia: Do Latim locus (lugar) e movere, "mover".

Locomotor Mortis

   Pronúncia: LOW-co-MOW-tor MORE-tis.
   Descrição: É azaração simples, seu efeito é de colar as pernas do oponente uma na outra por alguns minutos.
   Visto/mencionado: Usado por Draco Malfoy em Neville Longbottom em Harry Potter e a Pedra Filosofal.
   Etimologia: Em inglês locomotion significa "movimento". Em Latim mortis significa "morte do". Lit. Morte do Movimento.

Lumos

   Pronúncia: LU-mus
   Descrição: Cria luz na ponta da varinha.
   Visto/Mencionado: No filme e no livro: Harry Potter e a Ordem da Fênix. Foi usado quando Hagrid estava levando Harry e Hermione para conhecer Grope.
   Etimologia: Em Latim lumen significa "luz".
   Nota:Este feitiço parece ser indetectavel pelo Ministério da Magia, ou então ignorado, porque Harry Potter usou em Prisioneiro de Azkaban, Cálice de Fogo e Ordem da Fênix, fora da escola, sem nenhuma conseqüência. É aprendido no primeiro ano em Hogwarts. Para desfazer o feitiço (apagar a luz da varinha) deve-se usar o contra-feitiço Nox.


Variações:

Lumos Solem

   Pronuncia: Luh-MUS-soo-LEM
   Descrição: Cria a luz do Sol na ponta da varinha.
   Visto: No primeiro filme Hermione usa esse feitiço no visgo do diabo para salvar o Rony.

Lumos Maxima

   Pronúncia: LUH-mos Ma-xi-ma
   Descrição: Uma variação mais potente do "Lumos"
   Mencionado: No filme Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban, quando Harry usa em sua cama, o feitiço para ler um livro. 

Mobiliarbus

   Pronúncia: Mow-BILL-ee-ARE-bus /mobɪˌliɑʴˈbʌs/
   Descrição: Move árvores (Pode mover outras plantas também).
   Visto/Mencionado: Em Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban, Hermione Granger usa o feitiço para mover uma árvore de Natal no Cabeça de Javali para a frente da sua mesa para esconder Harry Potter que tinha que entrar escondido em Hogsmeade usando o Mapa do Maroto.
   Etimologia: Do Latim mobilis, "móvel", e arbor, "árvore".

Mobilicorpus

   Pronúncia: Mow-BILL-i-CORE-pus
   Descrição: Levita e move corpos
   Visto/Mencionado: Sirius Black usa o feitiço em Severus Snape em Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban. Provavelmente usada por Lord Voldemort em Pedro Pettigrew(Rabicho) no cemitério para fazê-lo vir para frente.
   Etimologia: Latim mobilis, "móvel" + corpus, "corpo"=Corpo Móvel.

Morsmordre

   Pronúncia: Mors-MOR-dreh
   Descrição: Conjura a Marca Negra.
   Visto/Mencionado: Bartô Crouch Jr. em Harry Potter e o Cálice de Fogo. E também visto em Harry Potter e o Enigma do Príncipe fora do castelo, visto em Alvo Dumbledore. O feitiço foi aparentemente inventado por Lord Voldemort.
   Etimologia: Latim mors, "morte", e mordere, que significa "morder"; com certeza isso é associado com o nome dos seguidores do Lorde Voldemort, os Comensais da Morte.Comensal é o mesmo que "pessoa que come". 

Nox

   Pronúncia: Noks /noks/
   Descrição: Desfaz a luz produzida pelo feitiço Lumos.
   Visto/mencionado: Em Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban, Harry Potter e Hermione Granger usaram esse feitiço para desfazer as luzes de suas varinhas na Casa dos Gritos.
   Etimologia: Do latim, "nox" significa noite. 

(Obliteração, Feitiço de)

   Pronúncia: Desconhecido
   Descrição: Remove pegadas.
   Visto/Mencionado: Usado por Hermione Granger em Harry Potter e a Ordem da Fênix para remover pegadas que ela, Harry, e Rony deixou na neve.
   Notas: Até o sexto livro só foi revelado que este feitiço pode remover pegadas. Não há nenhuma explicação de qual outro efeito este feitiço tem se for usado em outras coisas.

Obliviate

   Pronúncia: oh-BLIV-ee-AH-tay /oblɪˌviaˈte/
   Descrição: Causa amnésia.
   Visto/Mencionado: Foi usado pela primeira vez em Harry Potter e a Câmara Secreta por Gilderoy Lockhart em Harry e Rony; Quando Lockhart usou o feitiço usou a varinha de Rony que estava quebrada e soltava feitiços para o lado contrário, fazendo com que ele perdesse a maioria de sua própria memória, e também em Harry Potter e o Cálice de Fogo (Livro) quando o bruxo da entrada da Copa Mundial de Quadribol usa para apagar a memória de um trouxa na entrada do acampamento. Foi utilizada também por Hermione Granger em Antonio Dolohov em um café na rua Tottenham Court.
   Etimologia: Do Latim oblivisci, "esquecer". Esse encanto é muito usado em Trouxas/Muggles que tenham visto alguma coisa do mundo bruxo.
   Notas: Os funcionários do Ministério da Magia, responsáveis por modificar a memória dos Trouxas/Muggles são chamados Obliviadores. O encanto pode ser quebrado por uma mágica poderosa, ou pela dureza extrema, assim como Lord Voldemort torturou Bertha Jorkins para recordar detalhes que Bartolomeu Crouch a tinha forçado a esquecer utilizando o encanto.

Óculos Reparo

   Pronunciation: Ó-cu-lus-Re-PAR-um
   Description: Usado para reparar óculos.
   Visto/Mencionado: Inumeráveis tempos do começo até ao fim dos livros. Primeiro visto em Harry Potter e a Pedra Filosofal, utilizado pela Hermione Granger, ela usou para emendar o óculos de Harry. No filme Hermione utilizou o feitiço Oculus Reparo, possivelmente uma variação concebida para óculos.


Oppugno

   Pronúncia: oh-PUG-no /ɒpʊˈgno/
   Descrição: Aparentemente faz com que animais ou seres menos inteligentes ataquem.
   Visto/Mencionado:Por Hermione Granger em Harry Potter and the Half-Blood Prince, para atacar Ron Weasley com um grupo de canarios que ela invocou.
   Etimologia: Do Latim oppugno, "Eu ataco". 

Pack

   Pronúncia: Como no Inglês PA-ki /pæk/
   Descrição: Arruma as malas.
   Visto/Mencionado: Em Harry Potter e a Ordem da Fênix, por Nymphadora Tonks, uma vez verbalmente e outra não verbalmente.
   Notas: A delicadeza de arrumar as malas com este feitiço parece depender do desejo e da habilidade do feiticeiro.
   Notas: É possível que "pack" não seja realmente um encantamento, e que Tonks estivesse terminando uma frase enquanto realizava um feitiço não verbal
   Notas: Possivelente utilizado não verbalmente por Remus Lupin em Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban para arrumar suas malas quando se demitur de seu cargo de Defesa contra as Artes das Trevas na Escola de Magia e Bruxaria de Hogwarts.

Peskipiksi Pesternomi

   Pronúncia: "Pesky pixie, pester no me!" /ˈpɛskiˌpɪksi ˌpɛstɹ̩ˈnoʊmi/
   Descrição: Aparentemente faz Diabretes da Cornualha fugirem ou ao menos desistirem de fazer travessuras.
   Visto/Mencionado: Somente em Harry Potter e a Câmara Secreta, por Gilderoy Lockhart depois de liberar uma gaiola cheia de Diabretes da Cornualha na sala de aula.
   Notas: Em Harry Potter e a Câmara Secreta (filme), quando Lockhart começou a pronunciar o feitiço, um Diabrete da cornualha, pegou sua varinha e disse o mesmo encantamento, apontando para uma corda que estava segurando um esqueleto,o efeito do feitiço cortou a corda, soltando o esqueleto e fazendo-o cair.

Piertotum Locomator

   Pronúncia:desconhecida
   Descrição: Faz estatuas e armaduras se mexerem e criarem vida.
   Visto/Mencionado: Somente em Harry Potter e as Relíquias da Morte, por Minerva.

(Peso de Pena, Feitiço)

   Pronúncia: Desconhecida
   Descrição: Faz as coisas pesarem bem menos.
   Visto/Mencionado: Harry pensa em usá-lo no terceiro livro para fazer sua bagagem ficar mais leve para que ele pudesse carregá-la na vassoura para o Caldeirão Furado. Antes de usá-lo, ele topa com o Nôitibus Andante.

Petrificus Totalus

   Pronúncia: pe-TRI-fi-co to-TA-les
   Descrição: Transforma o alvo em pedra.
   Visto/Mencionado: Usado pelo primeira vez em Harry Potter e a Pedra Filosofal por Hermione, para impedir Neville de bloquear o caminho dela, de Rony, e de Harry, que estavam saindo do salão comunal para caçar a Pedra Filosofal. Harry usou este feitiço em Antonio Dolohov duas vezes, no quinto ano . Draco Malfoy usou o mesmo encantamento em Harry Potter e o Enigma do Príncipe para petrificar Harry enquanto que estava escondido no vagão de Draco. Professor Dumbledore pode ter usado a forma não verbal deste feitiço em Harry no sexto ano para impedilo de interferir na conversa de Dumbledore com Draco Malfoy durante o ataque dos comensais da morte à Hogwarts.
   Etimologia: Do Latim petra, "pedra" e fieri, "tornar-se"; totalus vem do Latim "totus", referindo a "completo".

Point Me (Me guie - Feitiço dos Quatro Pontos)

   Pronúncia: Em ingles: point mi; em português: pronúncia normal
   Descrição: Faz com que a varinha de quem realiza o feitiço aponte para o ponto cardeal norte, assim como uma bússola. Aponta somente para o norte.
   Visto/Mencionado: Por Harry durante a terceira tarefa do Torneio Tribruxo em Harry Potter e o Calice de Fogo. Foi descoberto por Hermione Granger.

Portus

   Pronúncia: POR-tus
   Descriçao: Transforma um objeto numa chave de portal.
   Visto/Mencionado: Por Alvo Dumbledore em Harry Potter e a Ordem da Fênix, para enviar Harry e os Weasley para o largo Grimmauld, sede da Ordem e para enviar Harry do Ministério da Magia a Hogwarts, mais necessariamente a seu escritório, no mesmo livro.

Porufus

   Pronúncia: Po-rU-fos
   Descrição: Cria Poros no alvo.
   Visto/Mencionado: Usado por Professor Dumbledore em Harry Potter e a Ordem da Fênix.

Prior Incantatem

   Pronúncia: PRI-or In-can-TAH-Têm
   Descrição: Mostra o último feitiço usado pela varinha.
   Visto/Mencionado: Por Amos Diggory em Harry Potter e o Cálice de Fogo para descobrir o ultimo feitiço usado pela varinha de Harry. Este feitiço também é o nome do capitulo 34, de Harry Potter e o Cálice de Fogo.
   Etimologia: Do Latim prior, "anterior", e incantare, "falar um feitiço".
   Notas: A natureza do "eco" depende do feitiço original. O eco de um feitiço conjurado,é o objeto conjurado. Por exemplo, o eco da maldição Cruciatus é o grito da vitima; o eco da maldição Avada Kedavra é a imagem da vitima morrendo.
   Notas (2): Quando 2 varinhas compartilham um mesmo conteúdo são forçadamente unidas na batalha, um efeito poderoso do encantamento chamado Priori Incantatem . Este efeito é visto durante a batalha de Harry contra Lord Voldemort no final de Harry Potter e o Cálice de Fogo.

Protean

   Pronúncia: Possivelmente Pro-Tea-a
   Descrição: Cria copias de um objeto.
   Visto/Mencionado: Usado pela primeira vez em Harry Potter e a Ordem da Fênix por Hermione Granger para criar alguns Galeões falsos. No lugar do numero de série da moeda, o dia e a data do próximo encontro da Armada de Dumbledore. Neste caso, o feitiço foi usado para não atrair atenção para os encontros, e para fugir das suspeitas da Dolores Umbridge. Hermione falou para Harry Potter que ela baseou esta idéia no que Voldemort faz com as Marcas Negras dos Comensais da Morte que ficam ardendo, toda vez que Voldemort os convoca. Hermione brincou dizendo que era melhor em uma moeda do que na pele dos membros da Armada de Dubledore. Também usado por Draco Malfoy em algumas moedas para contratar Madame Rosmerta em Harry Potter e o Enigma do Príncipe.
   Etimologia: Provavelmente do Grego Proteus (Προτευς), um deus que muda de forma.
   Notas: Os Galeões conjurados por Hermione, quando a data é alterada a moeda fica quente, alertando ao dono para olhar para o Galeão. Isto não é feito pelo feitico original.

Protego

   Pronúncia: Pro-TEI-go
   Descrição: Este feitiço faz com que os feitiços menores ricocheteiem em quem os usou.
   Visto/Mencionado: Visto pela primeira vez em Harry Potter e o Cálice de Fogo quando Harry aprendeu este feitiço para se preparar para a terceira tarefa do Torneio Tribruxo.Harry também usou este feitiço em Harry Potter e a Ordem da Fênix contra o feitiço Legilimens usado por Snape, fazendo com que Harry "veja" a mente do Professor Snape(filme), no livro serve apenas para repelir o feitiço, uma vez que o professor Snape se livrava de seus pensamentos antes das aulas colocando-os na penseira. Usado em Harry Potter e o Enigma do Príncipe quando Harry reflete um feitiço conjurado por Snape.
   Etimologia: Do Latim protego, "Eu protejo".
   Notas: Em Harry Potter e a Ordem da Fênix,Lord Voldemort conjurou um escudo no meio do ar para defende-lo dos ataques de Professor Dumbledore. Este pode ter sido uma variação do Protego. A descrição original deste feitiço ,diz que ele defende apenas,pequenos feitiços. Mas, é mostrado nos livros que este feitiço também pode ser usado para refletir feitiços mais poderosos, dependendo da habilidade do feiticeiro.

Protego Maxima

   Pronúncia: pro-te-go ma-xi-ma
   Descrição: Cria uma proteção permanente no alvo enfeitiçado.
   Visto/Mencionado: Hermione o usou numa cabana onde o trio se esconderia.
   Etimologia: Protego em latim quer dizer "eu protejo".

Protego Horribilis

   Pronuncia:pro-TEH-go hor-RÍ-bilis.
   Descrição:Para se defender de feitiços mais poderosos
   Visto/Mencionado: Usado pela professora Minerva McGonagall em Harry Potter e as Relíquias da Morte, no capítulo A Demissão de Severus Snape, é usado de alguma maneira para proteger o castelo.

Pullus

   Pronunciação: PÚ-lUs
   Descrição: Transforma o adversário numa galinha.
   Visto/Mencionado: Visto em Harry Potter e o Cálice de Fogo (jogo)

Pericullum

   Pronunciação: Pe-RI-culum
   Descrição: Lança chispas vermelhas para o céus.
   Visto/Mencionado: Visto em Harry Potter e o Cálice de Fogo 

Quietus

   Pronúncia: Quee-AY-tuss
   Descrição: Faz a voz, cujo volume foi aumentado magicamente, voltar ao normal. É o contrário do Sonorus.
   Visto/Mencionado: Usado em Harry Potter e o Cálice de Fogo por Ludo Bagman.
   Etimologia: Do latim quietus, “calma” ou “quieto”.


Reducto

   Pronùncia: Re-DUCK-toe
   Descrição: Desintegra ou destrói objetos que estiverem no caminho do lançador. É deduzido de livros que essa maldição é ocasionalmente invisível e silenciosa, embora foi usada verbalmente em Harry Potter e o Enigma do Príncipe.
   Visto/Mencionado: Em Harry Potter e o Cálice de Fogo, Harry usa isso em uma das sebes do labirinto do torneio tribruxo, e acaba queimando um pequeno buraco nela; em Harry Potter e a Ordem da Fênix,  ; depois membros da Armada de Dumbledore usa isso para destruir objetos no Departamento de Mistérios. Em Harry Potter e o Enigma do Príncipe foi usada em uma tentativa de destruir um obstáculo invisível navegável somente por Comensais da Morte, embora a tentativa tenha falhado.
   Etimologia: Em inglês reduzir, "destruir".
   Notas: É possível incrementar o poder do feitiço, produzindo diferentes níveis de destruição. Isso é deduzido dos livros, porém (em Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban, Harry acidentalmente exagera seu Feitiço de Animação em Rony, fazendo ele cair na gargalhada). É assumido que essa maldição consegue acabar com todos os feitiços , desta forma fazendo a maldição reducto uma arma muito letal se usada inadequavelmente. No filme Harry Potter e a Ordem da Fênix Gina Weasley usa esse feitiço para enfrentar os Comensais da Morte na Sala da Profecia causando um grande estrago.

Relaxo

   Pronúncia: Re-LASH-oh (Em inglês Re-LAKS-ooh)
   Descrição: Este feitiço é usado para defender contra ataques secundários, ou contra-atacar os oponentes da pessoa.
   Visto/Mencionado: Usado por Harry Potter contra Grindylows na segunda tarefa do Torneio Tribruxo. Sobre chão lançou faíscas da varinha de Harry; debaixo de água lançou água fervente da varinha. Quando usado com mais habilidade pelo Auror Bob Ogden em Harry Potter e o Enigma do Príncipe, lançou Servolo Gaunt para trás depois de um atentado.
   Etimologia: Provavelmente de latim re de prefixo -, " atrás " ou " em retorno ", e inglês chicoteie, " greve ".
   Notas: Este feitiço também pode forçar uma pessoa a deixar fisicamente vá de alguém: em Harry Potter e o Enigma do Príncipe, Harry confronta Mundungus Fletcher pelo o seu roubo na propiedade de Sirus Black. Harry começa a estrangular Fletcher quando de repente as mãos dele são lançadas para fora do garganta de Mundungus . O mesmo acontece quando Servolo Gaunt esteve estrangulando sua filha Merope onde Odgen intervém.


Repello Trouxatum

   Pronúncia: re-PEH-lo TROU-xa-tun
   Descrição: Usado para afastar os trouxas do local/objeto enfeitiçado.
   Visto/Mencionado: Usado por Hermione numa barraca em Harry Potter e as Relíquias da Morte.
   Etimologia: Repello vem do latim que quer dizer "repelir"

Rictusempra

   Pronunciação: RIK-too-SEM-pra
   Descrição: No filme funciona como um grande soco na barriga, mas o certo é fazer uma pessoa morrer a rir de cócegas.
   Visto/Mencionado: Em Harry Potter e a Câmara Secreta(jogo), EM Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban(jogo), Em harry Potter e a Ordem Da fênix(jogo), Em Harry Potter e o Enigma do Principe(Jogo), Harry Potter usa em Draco Malfoy em Harry Potter e a Câmara Secreta(Filme), no clube de duelos.
   Etymologia: Rictu = riso sempra = sempre

Riddikulus

   Ponuncia: Ri-DIK-uh-lous
   Descrição: Usado para transformar o Bicho-Papão em algo menos aterrozinzante ou algo engraçado que o Bruxo esteja pensando.
   Etimologia:Palavra latina para "ridículo", "tolo", "absurdo".
   Nota:O efeito do feitiço parece depender inicialmente do estado mental do bruxo. Não necessariamente muda a forma do bicho-papão em algo engraçado, mas em qualquer coisa que o bruxo estiver se concentrando no momento.
   Notas(2)Também usado por Gina Wesley contra garotos que queiram a incomodar em Harry Potter e o Enigma do Príncipe

Sectumsempra

   Pronunciação: SEK-tum-SEM-prah
   Descrição: Um feitiço que faz com que a vítima pareça que foi esfaqueada, faz com que saia sangue.
   Visto/mencionado: Por Severo Snape contra James Potter, por Harry Potter contra Draco Malfoy e então contra o Inferi, e em Harry Potter e as Relíquias da Morte, em que Severo Snape usa sem querer sobre George Weasley, que o faz perder a orelha.
   Etimologia: Latim sectum, "cortar", e semper, "sempre"..
   Notas: O feitiço pode ser usado em qualquer coisa, mas não afeta coisas que não sente dor, como um Inferi.
   Notas (2): O feitiço foi criado por Severo Snape, apelidado "Príncipe Mestiço".

Serpensortia

   Pronunciação: SER-pen-SAR-tee-ah
   Descrição: Surge uma cobra da ponta da varinha de quem conjurou o feitiço.
   Visto/Mencionado: Por Draco Malfoy enquanto lutava com Harry em Harry Potter e a Câmara Secreta.
   Etimologia: Latim "serpens", "serpente", e do francês "sortir", é sair de algo.
   Nota: Harry descobre que é ofiodioglota, ou seja, tem o poder de falar com as cobras. Todos acham estranho Harry ter esse dom pois Salazar Slytherin também era ofidioglota.

Silencio

   Pronúncia: Si-LEN-si-oh
   Descrição: Faz o alvo ficar em silêncio.
   Visto/Mencionado: Usado pela primeira vez por Dumbledore em Harry Potter e a Pedra Filosofal quando o salão principal se enche de barulho porque o trasgo se soltou. Visto na aula de feitiços de Harry Potter e a Ordem da Fênix.
   Etimologia: Provavelmente do Latim silentium, "silêncio".

Skurge

   Pronúncia: "SKUR-ge"
   Descrição: Usado para limpar algo.
   Etimologia: Incerta. Talvez relacionada ao inglês "scour", "limpar".

Sonorus

   Pronunciação: So-NORE-us
   Descrição: Aumenta magicamente o volume da voz.
   Visto/Mencionado: Por Ludo Bagman em Harry Potter e o Cálice de Fogo para comentar em eventos sem precisar de um microfone. Também usado por Dumbledore para silenciar todo mundo no grande hall em Harry Potter e o Cálice de Fogo.
   Etimologia: Latin sonorus, "loud;noisy".
   Notas: a contra-magia é Quietus.

Specialis Revelio (Revelencanto de Scarpin)

   Pronunciação: Spess-ee-AH-lis Re-VELL-ee-oh
   Descrição: Usado para revelar se o objeto é verdadeiro.
   Visto/Mencionado: Usado por Hermione Granger para descobrir mais sobre o livro de poções de Harry Potter em Harry Potter e o Enigma do Príncipe. Usado por Ernie McMillan (Ernesto, na versão brasileira) para descobrir os ingredientes de uma poção.
   Etimologia: Latim specialis, "particular;individual" e revelare (presente de revelo), "revelar".
   Nota: No Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban, Snape utiliza um feitiço similar, mas com palavras diferentes ("Revele seus segredos") no Mapa do Maroto, embora possa somente ter dito aquelas palavras enquanto, secretamente, usava algum feitiço não-verbal.
   Nota (2): O feitiço também distingue diferentes ingredientes de uma poção . 

Tarantallegra

   Pronúncia: Ta-RAN-ta-LEG-rah
   Descrição: Faz o oponente dançar sem parar
   Visto/Mencionado: Por Draco Malfoy no Clube de Duelos em Harry Potter e a Câmara Secreta. Um Comensal da Morte também usou este feitiço em Neville Longbottom em Harry Potter e a Ordem da Fênix.
   Etimologia: Do Italiano tarantella, um tipo de dança country popular na Italia; e allegro, um termo musical que siguinifica "veloz".

Targeo

   Pronúncia: TAR-jee-oh
   Descrição: Limpa algum objeto ou superfície.
   Visto/Mencionado: Hermione Granger usou este feitiço em Harry Potter e o Enigma do Príncipe para remover sangue do rosto de Harry Potter. Rony Weasley usou este feitiço em Harry Potter e as Relíquias da Morte para limpar um lenço.
   Etimologia: Do Latim tergere, "limpar".

(Transfiguração, Feitiço de Transformação)

   Pronúncia: Desconhecida
   Descrição: Transforma objetos vivos ou não-vivos em outra coisa; aprendido no sexto ano de Transfiguração, de acordo com Hermione Granger.
   Visto/Mencionado: Usado pela primeira vez pelo Professor olho-tonto Moody em Harry Potter e o Cálice de Fogo para punir Draco Malfoy transfigurando-o em uma doninha branca.

Travalíngua

   Pronúncia: Desconhecida
   Descrição: Cola a língua do oponente em seu céu da boca. Criado pelo Príncipe Mestiço.
   Visto/Mencionado: Usado por Harry em Pirraça, em ' ' Harry Potter e o Enigma do Príncipe e também em Argus Filch.


Trip

   Pronúncia: Desconhecida
   Descrição: Faz a varinha do alvo "desenganar".
   Visto/Mencionado: Malfoy usou isto em Harry para fazê-lo desenganar em Harry Potter e a Ordem da Fênix.


Uediuósi

   Pronúncia: WAD-ee-WAH-zee
   Descrição: O Uediuósi (Waddiwasi, no original) arremessa descontroladamente e em grande velocidade pequenos objetos.
   Visto/Mencionado: Remo Lupin usou o feitiço em Pirraça quando eles estavam indo para uma sala de aula para aprender como repelir um Bicho-Papão em Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban, quando um chiclete tapava a fechadura, Lupin usa o feitiço arremessando o chiclete de dentro da fechadura.
   Etimologia: Do latim vade, "ir, andar", e possivelmente vasa, "instrumentos, embarcações"; mas esta parte é obscura. ( A letra "V" em Latim é também escrita como "U", e (em inglês) pronunciada como "W".) Poderia vir também do Sueco "vadd", que significa massa macia (no caso, um chiclete), e do Francês "vas y", vai lá, isso faz sentido pois Lupin não somente fez o chicle voar pela fechadura, mas o dirigiu até Pirraça, mais precisamente, ao nariz dele. A palavra também poderia ser baseada apenas no Inglês "wad", verbo encher, como em " wad of gum (encher de chiclete)". 

Vera Verto

   Pronúncia: VE-ra VER-to
   Descrição: Transforma pequenos animais em cálices.
   Visto/Mencionado: Em Harry Potter e a Câmara Secreta, é utilizado por Minerva McGonagall durante sua aula de Trasfiguração aonde a história da Câmara Secreta é explicada.
   Nota: É, erroneamente, pronunciado por muitos como Fera Verto, embora sua grafia correta seja Vera Verto.

Vipera Evanesca

   Pronúncia: vi-PE-ra e-va-NES-ca
   Descrição: Destrói uma cobra feita por feitiço.
   Visto/Mencionado: Em Harry Potter e a Câmara Secreta, por Snape para destruir a cobra criada por Malfoy que foi lançada contra Harry no Clube de Duelos.
   Nota:Possivelmente uma versão do Feitiço Evanesco 

Wingardium Leviosa

   Pronúncia: win-GUARD-ee-um Le-vee-OH-sah
   Descrição: Faz objectos levitarem.
   Visto/Mencionado: Visto pela primeira vez em Harry Potter e a Pedra Filosofal, quando os alunos do primeiro ano o praticam na aula do Professor Flitwick para levitar uma pena. Mais à frente no mesmo livro, Ronald Weasley executa o feitiço no Trasgo no banheiro das meninas. Em Harry Potter e a Câmara Secreta é usado para levitar os bolos para adormecer. Harry Potter também usa este feitiço em Harry Potter e a Ordem da Fénix para tirar as cabeças do seu caminho enquanto persegue Belatriz Lestrange pelo Ministério da Magia.
   Etimologia: "Wingardium" contém certamente a palavra inglesa wing (asa), possivelmente também o Latin arduus (imergir ou extrair); ou talvez o segundo elemento é simplesmente uma imitação/simulação de Latim. "Leviosa" é muito provavelmente originário do Latim levis (luz), mas contém "levi", um prefixo que significa elevar.
   Notas: Dobby, o elfo doméstico, executa este feitiço ou um semelhante não-verbal em Harry Potter e a Câmara Secreta, enquanto levita um pudim pela cozinha dos Dursley.
   Notas(2): Harry Poter, Rony Weasley e Hermione Granger usam esse fetiço para levitas bolinhos no caminho de Crabby recheados com poções para adormece-los enquanto usavam a poção Polisuco para espionar Draco Malfoy.

Also on Fandom

Random wikia