Fandom

Scratchpad

Sport Club Tabira

216,246pages on
this wiki
Add New Page
Discuss this page0 Share

Ad blocker interference detected!


Wikia is a free-to-use site that makes money from advertising. We have a modified experience for viewers using ad blockers

Wikia is not accessible if you’ve made further modifications. Remove the custom ad blocker rule(s) and the page will load as expected.

Tabira
200px
Sport Club Tabira
Cidade Tabira
Fundação 26 de novembro de 1938
Apelido(s) '
Mascote Leão
Estádio Cordeirão
Presidente
Técnico
Material Esportivo
Momento do Clube
Desconhecido
Patroninadores
Uniforme titular
150px
Site Oficial
www.sporttabira.com.br
Sede do Clube
{{{sede}}}

O Sport Club Tabira é um clube de Tabira.

História

Fundação

O início das atividades futebolísticas em Tabira surgiram por volta de 1924, com a sucessiva criação e extinção de vários clubes, como o Paz e Amor, Tijuca, Central e Fluminense.

Em 1938, um grupo de jovens encabeçadas por Raul Pereira Amorim, seu irmão Otacílio, Bino e Caneca formam o Sport Club Tabira.

[[Imagem:Sporttabira01.jpg |left|thumb|Sport Tabira em 1939]]

A primeira formação da esquadra rubro-negra era composta por Manoel Legada, Elias de Basílio, Esaú Mascena, Laurindo Basílio, Bino, Biu, Manoel Pereira (Caneca), Otacílio Pereira, José Pires, Valdemar Pereira, Júlio Cordeiro, Romão Marques e Raul Pereira.

Em 1945, após uma cabeçada, o jogador e presidente do clube, Raul Pereira Amorim, caiu fuminado por um derrame, em pleno campo de futebol. Este episódio ficou marcado na história do Tabira, que depois disso paralizou suas atividades por 5 anos.

Retorno à Atividade

[[Imagem:Sporttabira02.jpg |thumb| Sport Tabira em 1974]]

Em 1950, o ex-jogador Zequinha Pires assume a presidência do clube, cabendo a ele reorganizar o time, que seria agora formado por Ismael, José Jerônimo, Jola, Luizinho, Jotinha, Batista, Xavier, Washington, Joca Soares e Agenor. Essa formação durou dez anos, quando em 1960, o Tabira paraliza mais uma vez suas atividades.

Em 1974, o Sport Tabira recebe do prefeito da época, João Cordeiro, a doação do terreno onde seria o futuro Estádio Cordeirão. Com a ajuda da construtora Treme Terra, as dimensões do campo aumentaram com a retirada de grandes pedras, e chegaram ao tamanho padrão (100mx70m).

Em 1975, um ano após o reinício, nas comemorações de aniversário de 27 anos, ocorreu um trágico acidente. No local onde se realizava a festa do aniversário, os dois irmãos rubro-negros Jurandir e Alberto Cordeiro mergulharam nas águas do Rio Pajeú, um para salvar o outro que haviam pulado e sumido, mas acabou morrendo os dois.

Em homenagem a eles, o estádio do Sport Tabira se chama justamente Irmãos Cordeiro, popularmente chamado de "Cordeirão". Por ser o único estádio da cidade, é tido teoricamente como o "Estádio Municipal", apesar de ser patrimônio do Sport Club Tabira.

A década de 1970 representaria o ápice da sua história, chegando a derrotar várias equipes profissionais, dentre elas o Ferroviário de Recife (3º colocado no Campeonato Pernambucano da época), o Nacional-PB, o Comercial de Pesqueira, o Tabajara de Monteiro, etc. Nessa década, o presidente do clube era Zequinha Pires.

Hegemonia Tabirense

thumb| Sport Tabira em 1986

Na década de 1980, assumiram a presidência do Sport Tabira: Rosalvo Sampaio, Zé Liberal, Luís Soares da Rocha, Antônio Humberto Amorim, Antônio Moacir Cordeiro, Anchieta Araújo, Claudino Cordeiro Neto, Antônio Saturnino, o Tuta e Espedito de Freitas, o Tida.

Nesta década, começou a se disputar o Campeonato Tabirense, que teve 15 edições realizadas, das quais 7 ganhas pelo Sport Tabira. Na primeira edição do campeonato, em 1982, a equipe rubro-negra era formada por Tonho da Hora; George, Moacir, Holanda, Mário; Bam, Raul, Chico Machado; Colô, Bituri e Beton. O zagueiro Moacir, o Mocão, também era o treinador da equipe. O Sport Tabira chegou à final e enfrentou o time do Bandeirantes, do povoado do Brejinho. Na decisão, o placar terminou empatado no tempo normal, depois do Bandeirantes abrir o placar e o Sport Tabira empatar aos 43 minutos do segundo tempo com uma cabeçada de Beton. Na prorrogação, o Sport Tabira ganhou por 1 a 0 com gol de Chico Machado e se tornou o primeiro campeão tabirense.

Em 1984, o clube formava uma nova geração de jogadores: Veinho; Mário, Holanda, Adelmo, Beba; Tuta, Betinho, Elson, Bituri; Nenem e Beton. Moacir deixou de jogar e começou a comandar a direção da equipe, comando que perdura até os dias atuais. Mais uma vez na final, agora o Sport enfrenta o Corinthians, e derrota-o por 2 a 0, com dois gols de Beton.

Em 1985, o Sport Tabira manteve a formação do ano anterior, e mais uma vez chega a final, com o Vasco. O "Papai da Cidade" ganhou de 1 a 0, com gol de Batista, de falta. Terceiro título em três campeonatos, todos invictos.

Símbolos

Estrutura

Rivalidade

Participações em competições importantes

Conquistas

Estaduais

  • Campeonato Citadino de Tabira: 7 vezes (1982, 1984, 1985, 1987, 1992, 1994 e 1997).

Outras Conquistas

  • Copa dos Campeões de Tabira: 2006.

Torcidas organizadas

Personalidades históricas

Ligações externas

Also on Fandom

Random wikia