Fandom

Scratchpad

Veyenor

215,919pages on
this wiki
Add New Page
Discuss this page0 Share

Ad blocker interference detected!


Wikia is a free-to-use site that makes money from advertising. We have a modified experience for viewers using ad blockers

Wikia is not accessible if you’ve made further modifications. Remove the custom ad blocker rule(s) and the page will load as expected.


Sinopse do livro

Veyenor - A Vingança de Khaos / Marcelo Lacerda / Editora Leitura

O lugar onde... O Bem... Confrontou... O Mal... Pela primeira vez.

No princípio era o nada, até a chegada de cinco Deuses, que com a ajuda dos Espíritos Criadores, chamados de Angélios, prepararam o mundo Veyenor para o recebimento das primeiras raças inteligentes. O deus Dorumaga, ambicioso pela sua natureza, percebe uma rara chance de ampliar seus poderes divinos, dominando as raças pelos outros deuses já criadas. O mal surge, graças a Dorumaga, e por onde passa a neblina que carrega o mal, surgem raças monstruosas, decorrentes das raças antigas, que passam adorar e glorificar este deus e assim ampliar o seu poder. O mal avança desordenado por terra, a neblina incessante pelo céu: Humanos se transformam em Türckis, Elfos em Wagrants, Magos em Bruxos. Outras criaturas malignas surgem espalhando o medo e a morte por onde passam. A Malícia, a neblina que cobre os céus do norte, se espalha, e os inimigos, armados e insaciáveis destroem tudo que encontram pelo caminho. O jovem mundo seria totalmente dominado e a sua própria maldade o levaria a destruição extemporânea. Os 4 deuses benevolentes, Galíat, Gaedynm, Vahlor e Dooini resolvem intervir, e enviam para Veyenor, em meio a um meteorito, um metal incandescente e poderoso, que veio se tornar, pelas mãos de um habilidoso ferreiro, a mais poderosa espada que este mundo conheceria. Com esta arma, um simples homem de uma cidade pacata, torna-se um Mestre da Guerra e ensina o que aprendeu, no brilho de sua nova espada, a vários aspirantes a heróis de Veyenor. Saybin, um Elfo desconhecido, filho de um grande herói do passado, tem uma grande idéia, e Dorumaga e sua neblina da maldade encontra graças a este Elfo uma barreira intransponível. O mal avança contra a barreira, mas desordenado não encontra sucesso, assim, Dorumaga resolve criar um ser capaz de liderar o mal e com muito poder trazer ao chão tudo e todos que pretendem impedir o seu sucesso. Surge Khaos. Vários sábios do sul se unem para confrontar Khaos e seu crescente e agora organizado exército, e eles só tem algum sucesso quando, antes de uma batalha, encontram o Mestre da Guerra e se unem para derrubar o maior inimigo do mundo. Reunidos, estes seres ainda livres do domínio, enfrentam, com alguma chance agora, Khaos e sua armada. As armas são criadas e as fortificações são erguidas: as batalhas tomam início no cenário paradisíaco daquelas terras juvenis. Khaos demonstra ser uma entidade poderosa, capaz de entrar no corpo de um ser e usufruir de seus talentos e habilidades. Como um espírito ele se hospeda em um guerreiro daquela batalha, e aproxima de seu objetivo. No final desta guerra, a Guerra Antiga, O Mestre da Guerra cai perante Khaos e Veyenor se vê sem esperança. Mas antes de morrer, o mestre da guerra deixa uma semente: um jovem cavaleiro de nome Zennir, que com a experiência adquirida na derradeira batalha, instrui valorosos guerreiros na busca pelos antigos Angélios, os espíritos criadores do mundo, que tiveram parte do seu poder roubado por Dorumaga no momento da criação de Khaos. Agora, munido de armas poderosas, criadas pelos sábios e reforçadas com o poder dos Angélios, o exército do Lado Claro, liderados por Zennir, avança sem dificuldades contra o mais temido ser de Veyenor. Uma nova guerra começa e nesta a esperança de vitória se baseia na preparação e nos equipamentos possuídos. Tudo caminhava para vitória, até que eles encontram um grande problema: a traição e por causa dela se vêm novamente a caminho da derrota. As esperanças se esgotam, e uma retirada cheia de mortes é o que resta. As defesas não resistiriam e Veyenor seria completamente dominada. Neste momento de desespero, surge um corajoso e jovem guerreiro, que determinado pelos seus sonhos, resolve buscar, incansável e destemido, a derrota de Khaos. Ele desafia o inimigo e depois de um longo duelo, Khaos é derrotado e o jovem guerreiro é aclamado como Rei de Veyenor. Após muitos anos desta derrota, Khaos retorna e com um plano arquitetado, infalível e maligno para alcançar sua vingança.

A Vingança de Khaos, o primeiro livro de uma série, relata de uma forma ambiciosa e original o surgimento de Veyenor (lê-se Vái-enor), um mundo vivo, mágico e detentor de sua própria mitologia e natureza. Inicialmente pode-se observar o uso de clichês literários, como a eterna luta do bem contra o mal, ou o rei bondoso em busca da paz. Mas há uma intenção obscura e misteriosa por trás das guerras e do desejo da paz. Ofuscado pelo heroísmo e dedicação dos personagens, este segredo será desvelado aos poucos, ao longo dos seis livros, e os personagens, como o leitor, receberão em doses mínimas – muitas vezes casualmente - peças de um grande enigma que resultará o descobrimento de um mistério fabuloso e totalmente original e ambicioso. O clima de ação e aventura, repletos de um ideal de paz e virtude, dará lugar a um clima dramático, preenchido com muitas surpresas, reviravoltas e suspense, que irão impressionar o leitor pelo inesperado e contundente final, muito longe dos clichês que se observava inicialmente. Há também no livro, uma forma diferente de escrever, visando à interação do leitor com a história e a imersão deste na pele do personagem favorito do livro. Com isto, acredito que seja mais fácil o leitor viver as emoções descritas na história e fantasiar com mais afeto pelo mundo de Veyenor.

Also on Fandom

Random wikia